Jogadores da seleção decidem não jogar a Copa América, diz jornal



Os jogadores da Seleção Brasileira não vão jogar a Copa América 2021, no Brasil, segundo informações do jornal espanhol AS. De acordo com a publicação, os atletas já já entraram em contato com jogadores de outros países sul-americanos para criar um movimento organizado contra a competição da Conmebol.

O incômodo dos jogadores começou quando descobriram, pela imprensa, que a competição seria no Brasil. Segundo o jornal, os atletas teriam ficado horrorizados e indignados. 

O grupo tinha a impressão que o torneio seria cancelado, por conta da pandemia. Ainda segundo a publicação, os jogadores se sentiram traídos e usados pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), especialmente pelo presidente Rogério Caboclo.

Na visão do grupo, eles virariam alvos pela realização da competição no país, que se aproxima de 500 mil mortes. 

Ao externarem o descontentamento ao técnico Tite, os jogadores pediram uma reunião com Caboclo, que foi tensa e acabou piorando a situação. Ainda segundo o AS, Juninho Paulista, coordenador da seleção, pode ser demitido por não conseguir controlar a revolta dos jogadores. 

Ele, ao lado de Tite, tiveram empatia pelos jogadores desde o primeiro momento. 

O presidente da CBF, inclusive, havia proibido que Casemiro, capitão da seleção, de dar uma entrevista coletiva na quinta-feira (3), provocando a fúria do volante, que iria expor a opinião do grupo. 





Fonte: iBahia