Jogadores do Treze-PB acusam diretoria de distribuir “Kit Covid”


Brasileiro

Jogadores de time da Série D acusam diretoria de distribuir “Kit Covid”

O goleiro Leandro Santos está hospitalizado com 50% do pulmão comprometido

Publicado em 09/06/2021
por Agência Futebol Interior

Campina Grande, PB, 09 (AFI) – O negacionismo no Brasil parece não ter fim e pessoas seguem acreditando no tratamento precoce, mesmo sem eficácia comprovada. O Treze-PB, que disputa a Série D do Campeonato Brasileiro, está distribuindo o “Kit Covid” para seus jogadores.

O “Kit Covid”, apoiado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), é composto por medicamentos que não possuem nenhuma eficácia no tratamento da doença, como cloroquina e ivermectina.

Em nota encaminhada ao site Voz da Torcida, algums jogadores do Treze acusam a diretoria de não dar suporte aos contaminados pelo vírus. A única ação por parte do clube é distribuir justamente esse “Kit Covid”. Como prova da sua ineficácia, o goleiro Leandro Santos precisou ser hospitalizado com 50% do pulmão comprometido.

“Enquanto a diretoria do Treze Futebol Clube afirma em todos os veículos de imprensa e para a torcida que está prestando toda a assistência aos atletas com covid-19, que não passa da distribuição do “kit covid-19″, sem eficácia comprovada no tratamento da doença, o goleiro Leandro Santos precisou ser socorrido por outro atleta, também contaminado, para um hospital”, dizia parte da nota. (Leia a nota na íntegra abaixo)

Jair Bolsonaro, presidente da República, é defensor do tratamento precoce, sem eficácia comprovada

Jair Bolsonaro, presidente da República, é defensor do tratamento precoce, sem eficácia comprovada

POSIÇÃO DO CLUBE
O Portal Futebol Interior tentou entrar em contato com o clube para saber sobre a indicação do “Kit Covid”, mas ainda não obteve retorno. Através da assessoria de imprensa, o Treze se pronunciou especificamente sobre a situação de Leandro Santos.

“O jogador que foi diagnosticado com Covid-19 na semana passada, teve uma evolução dos sintomas, foi encaminhado para o hospital, passou por exames e foi internado. Após apresentar piora, Leandro teve o apoio do supervisor do clube e outro atleta, que deram o suporte inicial e o acompanharam para o hospital. Após passar por exame de imagem, ficou comprovado o comprometimento de aproximadamente 50% dos pulmões, devido a covid-19.

Agora pela manhã, em contato com a direção do hospital, o clube foi informado que o atleta dormiu a noite toda e evoluiu positivamente em relação a ontem. Ele seguirá internado para que o tratamento seja mais intensivo, e traremos mais informações de acordo com o novos boletins repassados pelo hospital”, comunicou o clube.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA DE ALGUNS JOGADORES DO TREZE

Enquanto a diretoria do Treze Futebol Clube afirma em todos os veículos de imprensa e para a torcida que está prestando toda a assistência aos atletas com covid-19, que não passa da distribuição do “kit covid-19″, sem eficácia comprovada no tratamento da doença, o goleiro Leandro Santos precisou ser socorrido por outro atleta, também contaminado, para um hospital.

Chegando na unidade, o exame comprovou o comprometimento de aproximadamente 50% do pulmão, devido a covid-19. Neste momento, o jogador está internado, inspirando cuidados. Enquanto isso, a diretoria não está sabendo do caso e apenas se preocupa em contratar novos jogadores, enquanto salários seguem atrasados.


Fonte: Futebol Interior