Juventude 1 x 0 Flamengo – Gramado pesado favorece e Ju surpreende o Mengão


Caxias do Sul, RS, 27 (AFI) – Com um gramado bastante prejudicado pela chuva, o Flamengo não conseguiu impor seu futebol e perdeu para o Juventude, por 1 a 0, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol da partida foi marcado por Matheus Peixoto.

O resultado freia a expectativa do time carioca em subir na classificação. O Flamengo ficou com os mesmos nove pontos e em oitavo lugar – pode perder posições com a sequência da rodada. Já o Juventude chegou ao terceiro jogo sem derrota e pulou para o décimo lugar com nove pontos. Atrás do Flamengo pelo número de vitórias: 3 a 2.

A forte chuva que caiu em Caxias do Sul na madruga de domingo prejudicou o gramado do Alfredo Jaconi. Os dois times tiveram dificuldades para tocar a bola, forçando longos lançamentos em meio às inúmeras poças de água.

JUVENTUDE NA FRENTE

Com um time muito mais técnico, o Flamengo foi quem mais sofreu nos primeiros 45 minutos. O time demorou a assimilar que não poderia ter a posse de bola como de costume e com falhas individuais viu o Juventude ter as melhores chances de abrir o placar.

Logo aos cinco minutos, Gustavo Henrique errou domínio de bola e Guilherme Castilho partiu em velocidade em direção ao gol. O volante chutou forte, mas em cima de Diego Alves, que espalmou para o lado. Lance que fez Rogério Ceni alertar à beira do gramado: “vai na bola longa, não vale a pena arriscar aqui atrás”.

Só que o Flamengo seguiu insistindo em toques curtos e viu o Juventude abrir o placar. Aos 24, Matheuzinho tentou toque por baixo e foi traído pela poça de água. Matheus Peixoto dominou e arriscou de fora da área, sem chances de defesa para Diego Alves. Um belo gol do centroavante.

FLAMENGO DOMINA, MAS PERDE

No segundo tempo, o Flamengo pressionou o Juventude nos primeiros minutos e poderia ter empatado. Aos três, Bruno Henrique cruzou na área e o volante Guilherme Castilho, de canela, mandou contra o próprio gol e acertou a trave. Depois, aos quatro, foi a vez de Filipe Luís finalizar dentro da área e ver a bola passar perto da trave.

O Juventude não conseguiu manter o ritmo do primeiro tempo e viu o Flamengo dominar as ações. Aos 22 minutos, Pedro recebeu na entrada da área, girou sobre a marcação e finalizou rasteiro, rente à trave de Marcelo Carné, já batido no lance.

O Flamengo seguiu pressionando o Juventude até os minutos finais, mas encontrou uma defesa bem postada para evitar o empate. Já os gaúchos pouco assustaram em campo, tendo como melhor momento uma falta cobrada por Rafael Forster aos 40 minutos, em que a bola desviou na barreira e saiu por cima do travessão.

Nos minutos finais, aos 44, o Flamengo foi para o tudo ou nada e ficou reclamando de um possível pênalti de Michel Macedo em cima de Pedro, lance em que o árbitro mandou seguir, frustrando as expectativas do time carioca em pelo menos empatar fora de casa.

PRÓXIMOS JOGOS

O Juventude volta a campo na quarta-feira para enfrentar o Grêmio, às 21h30, novamente no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul. Enquanto o Flamengo jogará na quinta, contra o Cuiabá, às 20 horas, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior