Kleina não peca por omissão e acena com mexidas no time pontepretano


Brasileiro

Kleina não peca por omissão e acena com mexidas no time pontepretano

Centroavante Paulo Sérgio é sacado do time

Publicado em 05/06/2021
por ARIOVALDO IZAC – –

Gilson Kleina

Gilson Kleina

Mesmo reconhecendo-se a instabilidade técnica do Vasco da Gama, prudentemente o estreante treinador da Ponte Preta, Gilson Kleina, monta a equipe com mais cuidados defensivos, pra se precaver dos inequívocos desajustes, visando o confronto entre ambos na tarde deste domingo, em Campinas.

Embora Kleina não tenha cravado, as evidências na escalação do time pontepretano são pelo formato com três volantes.

A rigor, essa alternativa sempre esteve nas concepções táticas dele, sem que isso implique em equipe retrancada.

MELHORAR PEGADA

A opção de marcar atrás da linha da bola por vezes se transforma em pegada mais eficaz no meio de campo.

A partir disso, é natural se esperar que o time coloque em prática velocidade nos contra-ataques.

Caso isso se confirme, a tendência seria a escalação contra os vascaínos com trio de volantes, casos de Dawhan, Locatelli e Léo Naldi, este com mais liberdade para transição ofensiva.

Assim, Kleina pode posicionar o meia Camilo para atuar mais avançado, sem que isso signifique que desenvolva as funções do autêntico centroavante, rondando apenas a área adversária.

Assim, o ineficiente centroavante Paulo Sérgio acaba sacado do time.

Cá pra nós: demorou pra tomada desta óbvia decisão.

TENTATIVA

Como fica evidenciado, pelo menos Kleina aponta para modificação estrutural da equipe, decisão que deveria ter sido tomada pelos seus antecessores, considerando-se a vulnerabilidade do sistema defensivo.

Logo, é válida a tentativa de mexida nominal e tática na equipe pontepretana, que não tem convencido.


Fonte: Futebol Interior