Na busca por time ideal, Mancini tem retorno e baixas para levar América-MG a primeira vitória


Belo Horizonte, MG, 29 (AFI) – Ainda em busca da primeira vitória no Brasileirão para sair da zona de rebaixamento, o América-MG já até mudou a comissão técnica com a saída de Lisca e a chegada de Vagner Mancini e segue focado na reabilitação. Vindo de dois empates seguidos, ambos na mãos do novo treinador, o Coelho volta a campo nesta quarta-feira (30) contra o Bahia, fora de casa, no Estádio de Pituaçu, às 19h e o comandante não escondeu a busca pelo time ideal para enfim deslanchar dentro da competição.

“É importante a gente falar sobre isso, porque eu tô em busca do time ideal, né? O time ideal atual talvez não seja o mesmo daqui a um mês ou dois meses, a gente tem que entender isso. Eu tenho tentado achar a melhor formação e, pra isso, eu tiro de base aquilo que eu já conheço de todos os atletas e dos dois últimos jogos, que foram os jogos que eu fiz no comando”, disse o treinador.

Depois de empatar com o Internacional no último domingo, por 1 a 1, o América-MG teve pouco tempo para se preparar para encarar o Bahia, tanto que o único treino aconteceu em Belo Horizonte, antes da delegação viajar para Salvador no inicio da noite desta segunda-feira. Para o duelo, o novo treinador do time mineiro tem dois desfalques certos e uma novidade.

Ficam de fora: o volante Ramon, que também não atuou contra o Inter por questões contratuais e agora não joga por um incômodo na coxa esquerda, e o atacante Kawê que está com dores no ombro. Já o zagueiro Ricardo Silva cumpriu suspensão na rodada passada e volta a ficar a disposição. Ele disputa vaga com Eduardo Bauermann para fazer dupla de zaga com Anderson Jesus.

Até por conta disso, o América-MG deve ir a campo neste meio de semana com a seguinte formação: Cavichioli; Eduardo, Anderson Jesus, Eduardo Bauermann (Ricardo Silva) e Alan Rushcel; Zé Ricardo, Juninho Valoura e Felipe Azevedo; Marcelo Toscano, Ribamar e Rodolfo.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior