Náutico derrota Vitória no Barradão e divide liderança com o Brusque


Brasileiro

Vitória 0 x 1 Náutico – Timbu vence no Barradão e divide liderança com Brusque

O time pernambucano aparece como um dos favoritos ao acesso na temporada

Publicado em 07/06/2021
por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 07 (AFI) – O Náutico conheceu sua segunda vitória na Série B do Campeonato Brasileiro e igual ao Brusque como os únicos times com 100% de aproveitamento ao derrotar o Vitória por 1 a 0, na noite desta segunda-feira, no estádio Barradão, pela segunda rodada. De quebra, o time pernambucano manteve um tabu de oito anos sem perder para o rival. Foram seis jogos, com três triunfos e três empates.

No retrospecto geral, dentro da Série B, a vantagem também é do Náutico. Foram oito jogos, com quatro triunfos do Náutico, três empates e apenas uma derrota. Esta foi a sétima vez que o Vitória perde dentro de casa para o clube pernambucano na história.

Com o resultado, o Náutico divide a liderança da Série B, com seis pontos. O Vitória, por sua vez, tem apenas um ponto, longe de empolgar.

RÁDIO FI
Este jogo foi transmitido ao vivo pela Rádio Futebol Interior em parceria com a Rádio Tropical Propaganda de Belém do Pará.

A Rádio FI é líder de audiência na WEB e também pode ser ouvida nas redes sociais – Youtube e Facebook.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS

Espaço incorporado por HTML (embed)

%3Ciframe%20width=%22560%22%20height=%22315%22%20src=%22https://www.youtube.com/embed/fDd2MNCb1-U%22%20title=%22YouTube%20video%20player%22%20frameborder=%220%22%20allow=%22accelerometer;%20autoplay;%20clipboard-write;%20encrypted-media;%20gyroscope;%20picture-in-picture%22%20allowfullscreen%3E%3C/iframe%3E

ZERADO!
A noite não começou boa para o Vitória. No aquecimento, o goleiro Ronaldo reclamou de desconforto muscular e foi substituído por Lucas Arcanjo. Ele, porém, não teve muito trabalho no primeiro tempo. O Náutico criou boas oportunidades, mas não conseguiu ser efetivo.

Náutico derrota o Vitória

Náutico derrota o Vitória

A busca era para achar Kieza em boa posição. O ex-atacante de Cruzeiro e São Paulo teve a melhor chance da primeira metade, mas, de cabeça, pegou mal na bola e jogou para fora. O clube pernambucano sofreu na criação e na tentativa de segurar o ataque do Vitória.

Apesar de ter passado em branco, o time baiano deu trabalho no contra-ataque. A velocidade foi a arma da equipe, que sentiu o ‘gostinho’ do gol em uma bola alçada. Soares cruzou na medida para Bispo, que cabeceou na trave. David pegou o rebote, mas errou o alvo.

TIMBU COM SORTE
No segundo tempo, o Náutico contou com o fator sorte para surpreender o Vitória logo no minuto inicial. Jean Carlos apareceu pela direita e tentou cruzar. A bola atravessou a área, enganou o goleiro Lucas Arcanjo e acabou parando apenas no fundo das redes.

Após o gol, o time pernambucano recuou e começou a administrar a vantagem. O Vitória não teve outra saída, precisou sair para o abafa, mas a bola insistiu em não entrar. Soares arriscou e jogou no travessão. Rodrigo Chaves colocou Dinei, ex-Palmeiras, deixou o time ofensivo, mas não teve jeito de evitar o revés em pleno Barradão.

PRÓXIMOS JOGOS
Na próxima rodada, o Náutico visita o Guarani, na sexta-feira, às 21h30, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP). No domingo, ás 20h30, o Vitória recebe o Operário-PR, no Barradão, em Salvador (BA).


Fonte: Futebol Interior