Náutico x Remo – Líder, Timbu joga para manter os 100% em casa


Recife, PE 25 (AFI) – A sétima rodada da Série B coloca em campo o líder Náutico, jogando no estádio Aflitos, em Recife-PE, às 21h, diante do Remo-PA, neste sábado à noite.

Com 16 pontos somados e líder isolado da Série B, o Timbu não sabe o que é perder na Série B até aqui e em casa tem 100% de aproveitamento. O Náutico fez três partidas nos Aflitos na atual competição e venceu CSA, Vila Nova e Botafogo.

O Timbu carrega a maior invencibilidade como mandante entre as equipes das Séries A e B – são 21 partidas. A última derrota do Náutico nos Aflitos aconteceu no dia 12 de outubro, pela 16ª rodada da Série B de 2020.

Tentando quebrar esta escrita o Remo, está na 14ª colocação, com cinco pontos, mas tem uma partida a menos – a partida diante do Avaí, pela quinta rodada foi adiada devido a chuva. Fora de casa, o Remo ainda não venceu, o time paraense empatou com CRB por 2 a 2 e perdeu para o Botafogo por 3 a 0 e na Série B está há três jogos sem vitória.

TIMBU
Para a partida deste sábado, o Náutico terá dois reforços: o zagueiro Wagner Leonardo e o técnico Hélio dos Anjos voltam a ficar disponíveis, já que cumpriram suspensão no jogo contra o Londrina, na rodada passada.

Wagner volta na vaga de Yago. O atacante Vinícius, vetado pelo departamento médico devido a dores no joelho na rodada passada, segue como dúvida. Caso não jogue, Giovanny e Matheus Carvalho brigam pela posição. O primeiro é o favorito para ficar com a vaga.

REMO
O clima é de pressão pelos lados do Remo. Durante o último treinamento do Remo em Belém antes da partida contra o Náutico, um grupo de torcedores uniformizados esteve presente no Estádio Baenão para cobrar o elenco por um melhor desempenho do time paraense na competição.

O goleiro Vinícius pediu tranquilidade ao elenco e dedicação.

“É o jogo do algo a mais. Vamos enfrentar um grande desafio, uma equipe que vem muito bem dentro de casa, joga bem também fora, mas a gente tem que ter um comprometimento, concentração maior, dificultar ao máximo para Náutico, não deixar que eles tenham o domínio, controle do jogo. Temos que ter bastante concentração, aplicação tática e competir bastante”, explica.


Fonte: Futebol Interior