Neymar desequilibra na queda do tabu no Paraguai


Neymar desequilibra na queda do tabu no Paraguai

Brasil vence por 2 a 0

Publicado em 09/06/2021
por ARIOVALDO IZAC – –

Que atuação ‘soberba’ de Neymar na convincente vitória da Seleção Brasileira sobre o Paraguai por 2 a 0, na noite desta terça-feira, em Assunção (PAR)!

Foi vitória com direito a quebra de tabu de 35 anos sem ganhar do adversário no Paraguai, e resultado que coloca o selecionado brasileiro disparado na liderança das Eliminatórias à Copa do Mundo de 2022, agora com 18 pontos, sendo seis jogos e seis vitórias.

O fato de o treinador Tite escalar dois atacantes para atuarem na beirada do campo – Gabriel Jesus e Richarlison – e um centroavante fixo, caso de Firmino, naturalmente implicou em Neymar desempenhar as funções do antigo ponta de lança, como condutor de bola em velocidade, no seu hábil estilo de escapar de marcadores.

Assim, Neymar protagonizou abertura do placar logo aos quatro minutos, no desenho de jogada pela direita com Gabriel Jesus, com a bola se oferecendo livre para que ele completasse.

E já nos acréscimos, colocou Paquetá na cara do gol, para sacramentar a vitória brasileira.

HOMEM A HOMEM

Da forma como Neymar estava iluminado nesta terça-feira, a única tentativa de diminuir aquele ímpeto seria o treinador do Paraguai – o chileno Eduardo Berizzo – determinar marcação homem a homem sobre o astro brasileiro, para evitar que recebesse a bola desmarcado, mas isso não ocorreu.

Tecnicamente, o selecionado paraguaio é bem inferior ao brasileiro, porém bastante competitivo.

MARQUINHOS E RICHARLISON

Ao final da partida, o zagueiro Marquinhos disse que o seu desejo é sempre defender a camisa do selecionado brasileiro, independentemente das circunstâncias.

Assim, descartou a hipótese de negativa para disputar a Copa América.

Posteriormente o atacante Richarlison postou nas redes sociais sua insatisfação com a realização da Copa América, com justificativa de que “o momento é inadequado, devido à pandemia”.

STF

Na quinta-feira o STF (Supremo Tribunal Federal) deve decidir, em reunião extraordinária, sobre processo impetrado pelo deputado mineiro Júlio César Delgado, do PSB (Partido Socialista Brasileiro), que pede a proibição da realização da Copa América no Brasil, com alegação de risco de agravamento da pandemia da Covid-19.


Fonte: Futebol Interior