Portal FI traz os melhores jogadores da 2ª rodada do Brasileirão


Brasileiro

Comandada por gringo, Seleção do FI tem base dos líderes e Hulk

Fortaleza, Athletico-PR e Atlético-GO são os únicos com 100% de aproveitamento em dois jogos

Publicado em 06/06/2021
por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 06 (AFI) – A liderança do Campeonato Brasileiro é dividida entre três surpresas após as duas primeiras rodadas. Fortaleza, Athletico-PR e Atlético-GO são os únicos com seis pontos conquistados. O Flamengo poderia estar nessa briga, mas o jogo contra o Grêmio acabou sendo adiado.

A goleada do Fortaleza sobre o Internacional, por 5 a 1, foi o grande destaque da 2ª rodada. Athletico-PR e Atlético-GO mantiveram os 100% de aproveitamento ao vencerem Juventude e São Paulo, respectivamente. Por outro lado, América-MG e Chapecoense ainda não pontuaram em seus retornos à elite.

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 2ª RODADA DO BRASILEIRÃO:
Fernando Miguel (Atlético-GO);
Mayke (Palmeiras), Éder (Atlético-GO), Luan Peres (Santos) e Fábio Santos (Corinthians);
Yago Felipe (Fluminense), Jadson (Athletico-PR) e Gustavo Scarpa (Palmeiras);
Hulk (Atlético-MG) , Robson (Fortaleza) e Gilberto (Bahia).
Técnico: Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza)

CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR ABAIXO:

Goleiro: Fernando Miguel (Atlético-GO)
O Atlético-GO está em boa fase, principalmente quando o assunto é time paulista. Bem defensivamente, o time conseguiu segurar o São Paulo, mesmo quando o adversário era melhor na partida. Fernando Miguel apareceu bem quando exigido, sempre afastando cruzamentos perigosos de Reinaldo. Além disso, defendeu chute perigo de Luciano, o que seria o empate do Tricolor.
______________________________________________________________________________________________________

VEJA O CHOCOLATE DO FORTALEZA NO INTER-RS

______________________________________________________________________________________________________

Lateral-direito: Mayke (Palmeiras)
Apoiando o ataque do começo ao fim da partida na vitória contra a Chapecoense, Mayke foi muito bem na lateral-direita. Mesmo sem atuar com três zagueiros, ele teve espaço para ir ao ataque e deu o cruzamento para um dos gols de Wesley, além de outras jogadas ofensivas que levaram perigo. Também foi bem na marcação.

Zagueiro: Luan Peres (Santos)
Fez uma partida segura e foi importante para que o Santos conseguisse a sua primeira vitória no Brasileirão. O Ceará bem que tentou, mas vazou o sistema defensivo do Peixe apenas uma vez e perdeu por 3 a 1, na Vila Belmiro.

Robson marcou dois gols na goleada do Fortaleza (Foto: Site Oficial do Fortaleza)

Robson marcou dois gols na goleada do Fortaleza (Foto: Site Oficial do Fortaleza)

Zagueiro: Éder (Atlético-GO)

O torcedor são-paulino queria ver o Eder italiano brilhar, mas foi seu xará quem foi bem. Éder, além de ajuda o setor defensivo goiano segurar a pressão do São Paulo e não sofrer gols, foi ao ataque e abriu o placar em cabeçada que pareceu um chute de tão forte. O gol deu tranquilidade ao Atlético, que soube esperar o momento certo para ampliar a definir a vitória, mantendo 100% de aproveitamento.

De pênalti, Fábio Santos deu os primeiros três pontos ao Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

De pênalti, Fábio Santos deu os primeiros três pontos ao Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians)

Lateral-esquerdo: Fábio Santos (Corinthians)
É o nome do time do Corinthians na temporada. Vem carregando a equipe nas costas. Além de não errar pênalti, o jogador não deixa o adversário deitar e rolar pelo setor, sai bem para o ataque e ainda ajuda na marcação. A defesa do Timão fez um grande jogo, muito por causa do lateral veterano.

Volante: Yago Felipe (Fluminense)
Apesar da característica de marcação, Yago Felipe tem mostrado qualidade com a bola nos pés no sistema ofensivo. São duas assistências para gol em dois jogos. Na manhã deste domingo, foi dele o cruzamento da direita que encontrou o jovem Gabriel Teixeira na área para completar para as redes. O volante vive grande fase com a camisa tricolor.

Meia: Jean Mota (Santos)
Abriu o marcador na Vila Belmiro com um golaço, acertando o ângulo do goleiro Richard. Além disso, foi importante na recomposição defensiva e nas jogadas de ataque. Depois de alternar entre o banco de reservas e o time titular, espera finalmente se firmar nos 11 iniciais de Fernando Diniz.

Meia: Jadson (Athletico-PR)
Aos 38 anos ele parece estar se encaixando no Furacão. E teve uma atuação de gala, com muita eficiência. Marcou os dois primeiros gols da vitória sobre o Juventude. Um deles de cabeça, o que é anormal para um ‘baixinho’ e outro ao seu estilo, num chute no ângulo.

Hulk fez um golaço na vitória atleticana sobre o Sport (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Hulk fez um golaço na vitória atleticana sobre o Sport (Foto: Pedro Souza/Atlético-MG)

Meia: Gustavo Scarpa (Palmeiras)
Ao lado do atacante Wesley, o meia Gustavo Scarpa foi ‘o cara do jogo’ na vitória contra a Chapecoense por 3 a 1. Ele participou ativamente de dois gols com um cruzamento perfeito para Luiz Adriano e um lançamento na medida para Wesley. Além disso, organizou o meio-campo do Palmeiras.

Atacante: Hulk (Atlético-MG)
É o ‘cara’. Depois de um início ruim, que contou até com uma troca de rusgas com o técnico Cuca, ele se transformou na grande referência do Galo. Marcou o gol da vitória sobre o Sport, o segundo dele no campeonato. Em 10 jogos ele marcou 10 gols e já deu quatro assistências. É quase ‘Meio Galo’.

Atacante: Robson (Fortaleza)
É referência no ataque tricolor. Marcou um dos gols, de cabeça, na incrível goleada do Fortaleza em cima do Internacional, por 5 a 1. Depois disso, fez a jogada do quarto gol, quando invadiu a área e cruzou para desespero do zagueiro Zé Gabriel que fez contra. Quando já tinha sido substituído, do banco de reservas, viu o gol de seu reserva, Wellington Paulista, o quinto do placar histórico.

Atacante: Gilberto (Bahia)

Camisa 9 do Bahia fez dois gols

Camisa 9 do Bahia fez dois gols

Era dúvida para a partida, mas acabou jogando e foi o melhor em campo.

No empate do Bahia com o Red Bull Bragantino, por 3 a 3, Gilberto marcou dois gols e ainda deu assistência para Jonas garantir um ponto ao Tricolor em Bragança Paulista.

Ele completou 32 anos no dia do jogo. Uma boa coincidência.

Técnico: Juan Pablo Vojvoda (Fortaleza)
O bom trabalho realizado até aqui por Juan Pablo Vojvoda faz a torcida tricolor não sentir mais falta de Rogério Ceni. No último domingo, o Leão do Pici teve uma atuação de gala ao golear o Internacional, por 5 a 1, resultado que o colocou na liderança do Brasileirão com os mesmos seis pontos de Athletico-PR e Atlético-GO.


Fonte: Futebol Interior