Prova de vida do INSS: um terço dos segurados ainda não fez a comprovação


A prova de vida voltou a ser obrigatória em 1º de junho, mesmo assim 11 milhões de pessoas ainda estão com a realização do processo pendente junto ao INSS – Instituto Nacional do Seguro Social. Veja o calendário abaixo e saiba quem é obrigado a realizar a prova de vida.

Ao todo 36 milhões deveriam fazer a comprovação e 25 milhões realizaram a prova de vida até abril. Neste sentido, um em cada três segurados não realizou a prova de vida.

IMPORTANTE! O calendário não vale para os beneficiários que deveriam ter realizado a prova de vida do INSS em formato digital em fevereiro de 2020, o prazo para este grupo deve terminar em 31 de maio.

Veja abaixo o calendário para outros grupos:

Calendário de retomada prova de vida INSS

Mês original Mês em que deve ser feita
Março e abril 20 Jun/21
Maio e junho/20 Jul/21
Julho e agosto/20 Ago/21
Setembro e outubro/20 Set/21
Novembro e dezembro/20 Out/21
Janeiro e fevereiro/21 Nov/21
Março e abril/ 21 Dez/21

Quem é obrigado a realizar a prova de vida?

Independente do benefício, todos aqueles que recebem por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético devem fazer a prova de vida do INSS. A medida é obrigatória uma vez por ano, para evitar fraudes ou pagamentos inválidos.

A iniciativa é uma exigência anual para quem recebe um ou mais benefícios do INSS. Com ela, o segurado comprava que está vivo e que de fato o benefício deve continuar ser pago.

A prova de vida do INSS é realizada nos bancos na qual o segurado recebe o benefício. Um projeto piloto, ainda prevê a realização do procedimento de maneira online e por identificação facial. Porém este tipo de comprovação só foi possível para alguns dos beneficiários selecionados.

É possível ainda realizar, em algumas agências, a prova de vida por meio da biometria, nos Caixas Eletrônicos da Caixa. Em caso de dúvida, é importante chamar um funcionário da agência e não aceitar ajuda de estranhos.

Para aqueles beneficiários que tem mobilidade reduzida, o instituto dá direito a realização da prova de vida do INSS por meio de um representante legal. Este deve entregar um atestado de vida do beneficiário, além de comprovar a mobilidade reduzida.

Veja como evitar golpes do 13º do INSS.

Como fazer pelo celular?

A prova de vida do INSS pelo celular pode ser feita em alguns minutos. Basta apenas baixar o aplicativo em um celular com câmera e seguir o passo a passo abaixo.

Importante lembrar que nem todos os segurados têm este tipo de liberação liberada, já que o projeto é piloto. Apenas parte dos beneficiários foram contemplados com a prova de vida do INSS pelo celular.

Confira:

Acesse o aplicativo Meu INSS;

  • Com o acesso realizado (login e senha), a mensagem “Chegou a hora de fazer a sua prova de vida. Faça agora, pelo celular, sem precisar sair de casa” aparecerá na tela. Logo embaixo também constará outra mensagem: “Instale o Meu gov.br”;
  • Clique e instale no seu celular o aplicativo “Meu gov.br”;
  • Faça seu cadastro e login no app;
  • Já logado, clique em “Autorizações”. Libere todas as opções pendentes;
  • A pergunta “Deseja aceitar a autorização?” deve aparecer na tela, clique em “Realizar Validação”;
  • Após isso é hora de liberar a câmera do seu celular;
  • Procure o ícone “Permitir” e conceda a liberação;
  •  Informe seu número de identidade e clique em “Prosseguir”;
  • Algumas dicas para realização da prova de vida devem aparecer. Leia-as;
  • Posicione o círculo em torno do seu rosto. Permaneça com o celular nesta posição em cerca de 60 segundos;
  • Se a validação facial for reconhecida, deve aparecer na tela a mensagem “Validação Facial realizada com sucesso”;
  • Clique em OK e finalize o processo.

 

 

 

 

Fonte: Notícias Concursos