Quais são as vantagens do PIX no e-commerce? Confira!


A plataforma de pagamentos instantâneos, PIX, criada e gerida pelo Branco Central, tem ganhado grande espaço entre os brasileiros. Por conta disso, inúmeras empresas de e-commerce tem aderido ao método de pagamento.

O PIX, possibilita que transações sejam realizadas em poucos segundos. Desta forma, o recebedor do pagamento já possui acesso ao valor pago no mesmo instante. Além disso, o método de pagamentos é totalmente gratuito para pessoas físicas.

O acesso ao PIX deve ser feito diretamente pelos aplicativos das instituições financeiras por meio do aparelho celular, caixas eletrônicos ou internet banking. Sendo assim, a plataforma de pagamentos é extremamente segura, pois, para realizar transferências é preciso da senha, token, biometria ou reconhecimento facial do titular da conta. Essas senhas devem ser cadastradas no banco em que o usuário é correntista.

Vantagens do PIX no e-commerce

O usuário PIX possui diversos benefícios, como a possibilidade de realizar e receber pagamentos 24h por dia, inclusive aos finais de semana e feriados. Ademais, o sistema é gratuito a pessoas físicas, desde que estas realizem até 30 operações por mês. Por conta disso, o sistema tem ganhado bastante espaço entre os brasileiros, atraindo também a atenção de empresas de sistema e-commerce.

O PIX pode servir como uma alternativa para o boleto bancário, que possui uma confirmação de pagamento bastante demorada em comparação a nova plataforma desenvolvida pelo Banco Central. Com a agilidade do PIX, é possível realizar transações de maneira mais rápida, diminuindo consideravelmente o tempo de entrega.

A alternativa é bastante útil para o e-commerce, que precisa aguardar dias para a compensação de um pagamento. Além disso, quando ocorre o cancelamento do boleto, os produtos acabam ficando parados no estoque até que a empresa seja notificada. Com o PIX, todos os procedimentos são feitos de maneira bastante rápida.

Você Pode Gostar Também:

O método de pagamento também traz bastante segurança aos clientes na hora da compra. Afinal, muitas pessoas ainda não se sentem confortáveis em registrar os dados do cartão de crédito ou débito em sites.

Pessoas jurídicas estão isentas de tarifas?

Como já foi dito anteriormente, pessoas físicas estão isentas de tarifas do PIX. Entretanto, pessoas jurídicas podem ser cobradas pela instituição detentora da conta do cliente. De acordo com o Banco Central, a cobrança pode ocorrer tanto para envio ou recebimento de recursos.

Os valores das tarifas a pessoas jurídicas devem ser definidos pela instituição bancária do cliente. Apesar disso, os custos para empresas por utilização do PIX tendem a ser bastante inferiores às demais tarifas cobradas por outros meios de pagamento.

Ainda segundo o Banco Central, quando o pagamento por meio do PIX for semelhante ao boleto, ou seja, em situação de cobrança, o pagador não deverá ser tarifado. Já quando a realização do PIX ocorrer em forma de transferência, o recebedor não poderá ser tarifado.

O Banco Central também divulgou recentemente uma novidade para o PIX em 2021, a opção PIX Cobrança. Com essa nova ferramenta, é possível que as empresas incluam no método de pagamento vencimentos em datas futuras, podendo incluir multas, juros, acréscimos e até mesmo descontos.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos