quase R$ 55 bilhões foram pagos indevidamente


O rombo do Auxílio Emergencial foi grande em 2020. Quem está dizendo isso é o próprio Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com a entidade, o Governo acabou gastando cerca de R$ 54,6 bilhões em pagamentos indevidos do benefício no ano passado.

A conta, como dito, revela os números dos pagamentos errados só durante os meses dos repasses em 2020. Ainda não dá para saber portanto se há irregularidades nessa nova versão do Auxílio em 2021. No entanto, o problema ainda é bem atual.

Para se ter uma ideia, o tamanho do rombo é tão grande que nós estamos falando de mais dinheiro do que toda a quantia que o Governo tem nas mãos agora para fazer os repasses deste ano. De acordo com a PEC Emergencial, o Planalto pode usar até R$ 44 bilhões neste novo pagamento.

De acordo com as informações do TCU, boa parte desses R$ 54,6 bilhões nem devem mais voltar aos cofres públicos. Sabe-se que boa parte desse dinheiro poderia ajudar a pagar o Auxílio Emergencial de milhões de pessoas que precisam, mas que não estão tendo o direito de pegar as parcelas do programa.

O TCU disse ainda que essas fraudes do ano passado foram de diversas natureza. Um dos casos mais comuns foi o de brasileiros que possuíam um emprego fixo e formal e que mesmo assim estavam pegando o dinheiro do Auxílio. De acordo com as regras gerais, isso não podia acontecer.

Governo de olho nas fraudes

Segundo informações de bastidores, as fraudes são o grande temor do Governo Federal neste momento. Dentro do Palácio do Planalto, a ordem agora é evitar ao máximo que elas ocorrem nessa mesma proporção este ano.

Como dito, agora o Palácio do Planalto tem muito menos dinheiro à disposição. Então não dá nem para pensar em gastar parte desse montante com fraudes novamente. Até por isso, eles reforçaram o sistema de segurança em todos os sites oficiais do Auxílio Emergencial este ano.

No entanto, é pouco provável que os golpes não voltem a acontecer. Qualquer cidadão que presenciar casos de irregularidades pode fazer uma denúncia de maneira anônima nos canais oficiais do Ministério da Cidadania ou mesmo do TCU.

Auxílio Emergencial

Este ano, o Auxílio Emergencial voltou para a casa dos brasileiros desde o último mês de abril. Ao contrário do que se viu no ano passado, agora o programa está sendo executado em uma versão reduzida. O valor é menor e a quantidade de beneficiários também.

De acordo com as informações do Ministério da Cidadania, o novo Auxílio Emergencial está pagando parcelas de valores que variam entre R$ 150 e R$ 375. Ainda segundo o Ministério, cerca de 39,1 milhões de pessoas estão recebendo o montante. No ano passado, quase 70 milhões receberam.

No entanto, o próprio Governo Federal admite a possibilidade de aumento no Auxílio. Não seria uma adição no valor e sim no período de recebimento. Hoje sabe-se que o programa vai fazer pagamentos até o próximo mês de julho, mas o Planalto tende a esticar isso até o próximo mês de outubro, pelo menos.

Fonte: Notícias Concursos