SEJUS ES: Saiu o edital com 200 vagas para o cargo de Inspetor Penitenciário


Edital publicado. A Secretaria de Estado de Justiça do Espírito Santo faz saber aos interessados a abertura de novo edital de processo seletivo para o cargo de Inspetor Penitenciário. O edital oferece 200 vagas temporárias, com requisito de nível médio completo e salários de R$3 mil.

Do total de vagas liberadas no edital, 144 são para homens e 56 para mulheres, além de um cadastro reserva. Há reserva de vagas para negros ou indígenas.

Os profissionais atuarão nas unidades prisionais do Estado, nas regiões da Grande Vitória, Noroeste, Norte e Sul. Os aprovados serão contratados por 12 meses, com possibilidade de prorrogação por igual período.

O cargo de Inspetor Penitenciário requer nível médio completo; carteira nacional de habilitação na categoria B ou superior; ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo comprovada através do Atestado de Saúde Ocupacional (ASO). O vencimento básico é de R$2.988,13, acrescido de auxílio-refeição de R$300, o que totalizará o montante de R$3.288,13.

A carga horária de trabalho será em regime de plantão, escala 12×36 ou em horário de expediente de oito horas diárias totalizando 40 horas semanais, de acordo com a necessidade da Administração.

Confira a distribuição de vagas por região:

Região Município* Vagas/ HOMENS Vagas/ MULHERES
Grande Vitória e Aracruz Aracruz, Serra, Cariacica, Vila Velha, Viana 75 25
Noroeste Barra de São Francisco, São Domingos do Norte, Colatina 22 11
Norte São Mateus, Linhares 28 10
Sul Marataízes, Cachoeiro de Itapemirim 19 10

No ato da inscrições do concurso, os interessados deverão optar por apenas um município.

Inscrições e Etapas SEJUS ES

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 14 e 21 de junho de 2021, por meio do portal de seleções do Estado do Espírito Santo. Os candidatos deverão preencher um formulário com todos os dados solicitados. Não será cobrada taxa para conclusão do procedimento.

Os candidatos serão selecionados a partir de sua qualificação, ou seja, especialização acadêmica, experiência profissional e posse da Carteira de Habilitação (na categoria D ou superior). Cada participante receberá uma pontuação conforme sua qualificação.

Haverá, ainda, etapa de investigação social, em que os concorrentes deverão entregar os documentos para comprovação de idoneidade e conduta ilibada na vida pública e na vida privada.

Por fim, os classificados serão convocados para assinatura do contrato.

Fonte: Notícias Concursos