Seleção FI da 6ª rodada do Brasileirão chega bastante eclética e com autor de hat-trick de líder


Campinas, SP, 24 (AFI) – A sexta rodada foi uma das mais disputadas deste inicio de Brasileirão, com muitas emoções e 30 gols marcados em dez jogos. Como não poderia ser diferente, a Seleção FI chegou bem eclética, com representantes de todos os times que conquistaram bons resultados. Mas, o maior destaque, sem dúvidas, é o atacante Ytalo que marcou hat-trick contra o Palmeiras e ajudou o Red Bull Bragantino a se isolar na liderança.

A seleção com os melhores da rodada chega no esquema 4-3-3 e é comandada por Sylvinho que enfim desencantou e levou o Corinthians a primeira vitória no Brasileirão ao vencer o Sport, por 2 a 1. Na armação, Benítez foi o escolhido para ser o camisa 10, apesar do empate do São Paulo com o Cuiabá, por 2 a 2. Já Bruno Henrique, com dois gols na vitória do Fla sobre o Fortaleza também teve cadeira cativa.

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 6ª RODADA DO BRASILEIRÃO:
Fernando Miguel (Atlético-GO);
Matheuzinho (Flamengo), Nathan Silva (Atlético-GO), Juninho (Bahia) e Diogo Barbosa (Grêmio);
Juninho Valoura (América-MG), Lima (Ceará) e Benítez (São Paulo);
Bruno Henrique (Flamengo), Ytalo (Red Bull Bragantino) e Yuri Alberto (Internacional).
Técnico: Sylvinho (Corinthians).

CONFIRA A ATUAÇÃO DE CADA JOGADOR:
Goleiro:
Fernando Miguel (Atlético-GO) –
É bem verdade que o Fluminense não teve uma grande exibição, mas quando conseguiu criar oportunidades acabou esbarrando no goleiro Fernando Miguel. Foram pelo menos duas grandes defesas do goleiro do Atlético-GO, ajudando o time goiano a vencer por 1 a 0 e colar no G4 do Campeonato Brasileiro.

Lateral-direito:
Matheuzinho (Flamengo) –
No dia da despedida do volante Gerson, o Flamengo conseguiu voltar a vencer no Brasileirão para continuar na briga pelo G6 ao bater o Fortaleza, por 2 a 1. Um dos grandes destaques do duelo foi o lateral-direito Matheuzinho. No primeiro tempo foi uma boa alternativa no setor ofensivo e na etapa final, quando o time caio de rendimento, foi fundamental na defesa para segurar a vitória.

Zagueiro:
Nathan Silva (Atlético-GO) –
O Atlético-GO venceu o Fluminense por 1 a 0 e encerrou a série invicta do time carioca – ainda não havia perdido no campeonato. E os três pontos vieram graças a ótima atuação do zagueiro Nathan Silva, segurou no sistema defensivo e eficiente quando recebeu cruzamento de Arthur Gomes e testou para as redes de Marcos Felipe.

Zagueiro:
Juninho (Bahia) –
O Bahia está no G4 após boa exibição na vitória sobre o Athletico-PR, por 2 a 1, em Salvador. O gol da vitória do Tricolor saiu dos pés do zagueiro Juninho, que tirou bola do goleiro e encontrou Rossi, que desviou de cabeça para as redes. Juninho é titular absoluto na defesa do Tricolor de Aço. Homem de confiança do treinador Dado Cavalcanti.

Lateral-esquerdo:
Diogo Barbosa (Grêmio) –
Grêmio e Santos fizeram um jogo cheio de emoções no fechamento da sexta rodada na noite desta quinta-feira (25) tanto que empataram por 2 a 2 na Arena Grêmio. Dentre os diversos jogadores que se destacaram, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa foi bem em campo, ajudando demais o time gaúcho no ataque no primeiro tempo e depois segurando o resultado nos minutos finais.

Volante:
Juninho Valoura (América-MG) –
Foi bem no meio-campo do América-MG. Desenvolto, ele ajudou na parte defensiva e também no ataque. Juninho Valoura conseguiu rodar o meio-campo do Coelho e ainda teve calma e sangue frio para garantir o empate na estreia do técnico Vagner Mancini.

Meia:
Lima (Ceará) –
Lima mostrou oportunismo ao aproveitar lambança de Éverson logo aos 2 minutos. Mas não foi só isso. Lima deu trabalho à zaga do Atlético e ao goleiro do Galo. Ele tentou, arriscou e criou chances para o Vozão. Foi o principal nome do time no sistema ofensivo.

Meia:
Benítez (São Paulo) –
Disparado o melhor jogador em campo. Benítez esteve em todos os cantos. Criou, tabelou, deu trabalho para a zaga e para Walter e fez seu gol. Movimentou-se com leveza e liberdade. Se o time tivesse acompanhado seu ritmo teria desencantado no Brasileirão.

Atacante:
Bruno Henrique (Flamengo) –
Com uma atuação de galã no primeiro tempo e dois gols, Bruno Henrique foi o craque do jogo entre Flamengo e Fortaleza, que terminou com a vitória carioca pelo placar de 2 a 1. Infernizou a defesa adversária durante todo os 90 minutos, pressionou a saída de bola e além dos gols, ainda chegou a chutar uma bola no travessão.

Atacante:
Ytalo (Red Bull Bragantino) –
Na noite em que completou 100 jogos com a camisa do clube, o atacante matou a pau: marcou três gols e fez o hat-trick na vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 1. De quebra, assumiu a liderança da artilharia do Brasileirão com 4 gols. Os Bulls aprenderam jogar sem a dependência do meia Claudinho.

Atacante:
Yuri Alberto (Internacional) –
Na estreia de Diego Aguirre, o Internacional venceu a Chapecoense por 2 a 1, em Chapecó. E quem foi bastante participativo foi o atacante Yuri Alberto, que esteve presente no toque de bola do primeiro gol de Caio Vidal e que depois mostrou categoria ao ficar cara a cara com o goleiro João Paulo e estufar as redes.

Técnico:
Sylvinho (Corinthians) –
O Timão conseguiu jogar bem e conquistou a primeira vitória de Sylvinho na Neo Química Arena. No 2 a 1 diante do Sport, o time se portou ofensivamente, com boas trocas de passes e deixou o torcedor esperançoso por dias melhores.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior