Sport tenta se blindar de crise política ao visitar o Corinthians no Brasileirão


Recife, PE, 23 (AFI) – Em momento conturbado politicamente, o Sport tenta manter a concentração dentro de campo para encarar o Corinthians. Buscando sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro, encara o time paulista nesta quinta-feira, às 19h, na Neo Química Arena, em São Paulo (SP), pela sexta rodada.

Fora de campo, o time pernambucano passa por uma nova eleição após as renúncias de Milton Bivar e Carlos Frederico. Com isso, todo o departamento de futebol poderá ser reformulado e as situações do elenco e até mesmo do técnico Umberto Louzer viram uma incógnita.

Mesmo assim, a palavra de ordem entre todos é para manter a concentração no Brasileirão. Um dos líderes do elenco, o volante Marcão pediu a seus companheiros que deixem a situação para a diretoria resolver, discurso que foi apoiado por Louzer.

“O que batemos nessa tecla é não deixar isso intervir dentro do campo. Canalizar nossas energias naquilo que a gente consegue controlar, que é o campo, o trabalho, o dia a dia. É deixar que as pessoas competentes possam solucionar essa questão e nós continuamos buscando evolução porque o campeonato está só começando”, disse o treinador.

RETORNOS E DESFALQUES

Para o duelo, Umberto Louzer tem boas e más notícias para montar a escalação. Isso porque, no meio-campo, conta com o retorno de seu principal jogador, Thiago Neves, recuperado de lesão, e de Gustavo, que testou negativo para covid-19 após sintomas de gripe. No ataque, Neilton também retorna após lesão. Em recondicionamento físico, não se sabe quantos minutos eles poderão atuar.

Por outro lado, o técnico não poderá contar com o meia Marquinhos e o atacante Everaldo, jogadores emprestados pelo Corinthians e que não podem atuar por conta de questões contratuais. Marquinhos foi titular no último jogo, na derrota por 1 a 0 para o Juventude, e foi substituído justamente por Everaldo.

ESCALAÇÃO

SPORT: Maílson; Hayner, Rafael Thyere, Iago Maidana, Sabino e Sander; Marcão Silva, Thiago Lopes e Thiago Neves; André e Paulinho Moccelin. Técnico: Umberto Louzer.


Fonte: Futebol Interior