Votuporanguense e Primavera duelam nas semifinais do Paulista A3


Paulista

Votuporanguense x Primavera – Quem ficará com o tão sonhado acesso no Paulista A3?

O CAV tenta voltar a Série A2 após apenas um ano, enquanto o rival está longe desde 1987

Publicado em 05/06/2021
por Agência Futebol Interior

Votuporanga, SP, 05 (AFI) – Depois de ficarem no empate por 2 a 2 em um duelo bastante movimentado em Indaiatuba, pela rodada de ida das semifinais, Votuporanguense e Primavera voltam a se encontrar neste domingo (05) para o segundo e decisivo jogo, que irá decidir quem ficará com o tão sonhado acesso e também irá carimbar o passaporte para a grande final do Paulista A3. A partida está marcada para às 15h, na Arena Plínio Marin, em Votuporanga.

Equipe de melhor campanha entre os semifinalistas, o Votuporanguense tenta o retorno imediato à Série A2, para tanto, precisa apenas do empate, já que tem a vantagem de jogar por um empate no placar agregado. Para chegar até aqui, o time de Votuporanga fez a terceira melhor campanha na primeira fase e eliminou o Marília com duas vitórias nas quartas de final. O fator casa é um trunfo para o time comandado por Rogério Corrêa, já que em nove jogos foram cinco vitórias e quatro empates.

Longe da Série A2 desde 1987, o Primavera sonha com o retorno ao segundo escalão estadual após mais de três décadas. Para tanto, a equipe de Indaiatuba terá de quebrar a invencibilidade do rival em seus domínios. Fora de casa, o time de Ademir Fesan ganhou dois dos noves jogos, com quatro empates e três derrotas. Na competição, porém, a equipe teve de superar adversidades, já que se classificou em sétimo e eliminou o favorito Barretos após vencer em casa e conquistar um empate fora.

Votuporanguense e Primavera duelam na rodada de volta das semifinais do Paulista A3

Votuporanguense e Primavera duelam na rodada de volta das semifinais do Paulista A3

VOTUPORANGUENSE
Sem mistério, o técnico Rogério Corrêa deve repetir a escalação titular do Votuporanguense e em entrevista durante a semana, ele fez elogios ao time adversário, que em sua visão tem uma das melhores equipes da competição, ao lado inclusive do alvinegro. E, por isso, pediu atenção aos seus comandados.

“Na primeira vez que nós jogamos contra o Primavera eu já havia dito que era um dos times mais difíceis do campeonato e continuo falando isso, é um time que sabe jogar, para mim as duas melhores equipes do campeonato. De qualquer forma, temos a vantagem de jogar pelo empate, isso é legal de se ver. Estamos preparados e queremos esse acesso”, disse o comandante ao Jornal A Cidade de Votuporanga.

PRIMAVERA
Para a partida mais decisiva da temporada, o técnico Ademir Fesan terá um desfalque certo e um retorno para escalar o time titular de Primavera. Isso porque, o atacante Dudu cumpriu suspensão na rodada passada e volta à ficar a disposição. Ele deve reassumir a vaga que foi de Samuel Guedes no jogo passado.

Já a baixa será o meia Juninho que foi expulso após uma confusão no final do jogo de ida e agora não poderá atuar. Ele é considerado reserva e por isso, não trará grandes problemas ao comandante. De qualquer forma, o Ademir Fesan promete uma equipe bastante ofensiva, já que pelo regulamento, o Primavera precisará vencer, enquanto o adversário jogar por um empate devido a melhor campanha geral.

“São duas equipes que jogam, duas equipes que gostam de ter a bola e são competitivas. Por isso, sabemos que assim como foi na ida, essa volta também não será fácil, mas precisamos vencer já pelo regulamento é a nossa única chance. Vamos ser ofensivos lá, buscando o jogo”, disse o comandante.


Fonte: Futebol Interior