5 curiosidades sobre o Primeiro Reinado: confira!


5 curiosidades sobre o Primeiro Reinado: um resumo

O Primeiro Reinado é um período muito estudado por historiadores e muito abordado pelas principais provas de todo o país.

Com certeza você domina as principais características dessa época. Mas que tal conhecer 5 curiosidades sobre o reinado de D. Pedro I?

Esses fatos curiosos podem te ajudar nos seus estudos, principalmente na compreensão da Crise do Primeiro Reinado, e podem ser usados na sua redação.

Hiperatividade

Hoje em dia se sabe que a doença não tem cura, mas pode ser aliviada por meio de tratamento com especialistas.

Na época, os contemporâneos de D. Pedro I provavelmente consideravam que ele era apenas um pouco agitado. Porém, segundo historiadores, o imperador sofria de hiperatividade e, entre muitos comportamentos inadequados, um deles era acordar entre cinco e seis horas da manhã e não se acalmar até que visse que todos na casa estavam despertos, ainda que para isso começasse a disparar sua espingarda de caça dentro de casa.

Ataques de epilepsia

Você Pode Gostar Também:

Historiadores contam que o imperador, aos treze anos de idade, passou por episódios de epilepsia. Em determinada ocasião, um desses ataques ocorreu em público, na presença de um grande número de pessoas.

Casos Extraconjugais

D. Pedro I era casado com Leopoldina da Áustria. Porém, todos os membros da corte sabiam que a Maria Domitila, conhecida como marquesa de Santos, era sua amante.

Todavia, Domitila foi apenas uma entre tantas. O imperador ficou conhecido por possuir diversos casos extraconjugais, aspecto que acabou contribuindo para a crise do Primeiro Reinado.

Abdicação do Trono

Quando D. Pedro I abdicou do trono brasileiro em favor favor de seu filho Pedro de Alcântara, as tensões políticas se tornaram ainda mais acirradas. Ainda, economia reagiu pessimamente ao ponto que, em determinado período, o Banco do Brasil teve que ser fechado.

Guerra e morte por tuberculose

Por direito, o trono de Portugal pertenceria à Maria II, mas estava ocupado pelo irmão de D. Pedro I, D. Miguel. Em meio a uma guerra civil, Pedro conseguiu derrubar o irmão e restituir o trono à Maria II. No entanto, D. Pedro I não conseguiu voltar para o Brasil, uma vez que foi vítima de tuberculose.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos