Aos 40 anos, ex-Seleção culpa burocracia e Liga do Caribe por deixar clube mineiro sem jogar


Sete Lagoas, MG, 15 (AFI) – O goleiro Gomes deixou o Democrata, de Sete Lagoas, um mês após cancelar a aposentadoria. Aos 40 anos, o ídolo de Cruzeiro e Watford voltou a pendurar as luvas sem ao menos ter entrado em campo. A culpa? Da burocracia e de uma Liga do Caribe.

“Um dos motivos que me desanimou foi a burocracia que encontramos. Sou inscrito como intermediário na CBF, essa inscrição precisou ser suspensa para não dar conflito com o contrato com o Democrata, e isso retardou muito a inscrição na CBF”, explicou Gomes em coletiva de imprensa.

Depois, o Watford mandou uma data diferente da saída de Gomes do clube, o último em sua carreira. E a Federação Inglesa não liberou a transferência dele para o Democrata. O Watford precisou fazer uma nova carta com a data correta para que Gomes pudesse ser inscrito na CBF.

“Eu disse que participaria dos jogos aqui somente até o final de julho, mas como atrasou a inscrição na CBF, o mês praticamente se foi, e eu não achei justo com o Democrata e com o Zé Carlos, que está jogando bem, eu não achei justo jogar por ser o Gomes”, comentou.

NO CARIBE!
Como se isso não bastasse, Gomes tinha um contrato com a Liga do Caribe para promover o futebol na região. O contrato é de cinco anos e os jogos de 2021 serão em agosto e setembro.

“No início do ano eu tive uma sondagem de uma liga do Caribe que está promovendo o futebol por lá e quer fazer cinco ligas em cinco anos. Eles me convidaram. E eu falei que sim, mas achei que não aconteceria mais neste ano. Mas umas três semanas atrás isso aconteceu e o torneio vai acontecer em agosto, setembro e outubro deste ano”, revelou o ex-goleiro da Seleção.

PASSAGENS!
Depois de deixar o Democrata, ele acertou com o Cruzeiro, onde fez seu nome. Lá, Gomes faturou a Tríplice Coroa em 2003 (Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro). Depois ainda defendeu as cores de PSV, da Holanda, Tottenham, da Inglaterra, Hoffenheim, da Alemanha, e Watdord, da Inglaterra, onde encerrou a carreira. Sem falar que o goleiro também atuou pela Seleção Brasileira entre 2003 e 2011.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior