Conheça Ítalo Ferreira, dono do primeiro ouro para o Brasil em Tóquio



Minutos antes da primeira final olímpica do Surfe, Everaldo Marques, narrador da TV Globo, fez uma breve descrição sobre quem é Ítalo Ferreira, naquele momento prestes a ganhar o primeiro ouro do Brasil em Tóquio. “Um cara que começou surfando nas tampas de isopor do seu Luisinho, que com aquela caixa de isopor conquistava o sustento da família”, contou o jornalista.

Com essas palavras, dá para entender um pouco de onde vem Ítalo Ferreira, de 27 anos. O atual campeão mundial de surfe e agora primeiro campeão olímpico da modalidade – essa foi a estreia do surfe em Olimpíadas -, vem de Baía Formosa, no Rio Grande do Norte. A pequena cidade, inclusive, fez carreata durante a madrugada para comemorar o título do filho mais ilustre. 

Na infância, morava com a família na pousada em que a mãe trabalhava. O pai era pescador. Além da tampa de isopor citada por Everaldo, Ítalo também usou uma prancha usada e com bico quebrado para começar sua trajetória no surfe. A primeira prancha nova só veio aos 11 anos. 

O primeiro título veio aos 17 anos, em 2011, quando venceu duas etapas do Pró Junior. Depois, em 2014, foi campeão brasileiro e se classificou para integrar o WCT (World Championship Tour), a elite do circuito. No ano seguinte, estreando no Tour, foi o melhor novato, terminando em um incrível sétimo lugar aos 21 anos.

A carreira de sucesso continuou em 2019. Neste ano, além de vencer campeonatos em Gold Coast, na Austrália, e em Peniche, em Portugal, ganhou o Pipe Masters, se tornando o terceiro brasileiro a conquistar o título, após Gabriel Medina e Adriano de Souza.





Fonte: iBahia