Criciúma-SC 2 x 1 Fluminense – Tigre faz jus ao fator casa e sai na frente na Copa do Brasil


Criciúma, SC, 27 (AFI) – No jogo que abriu as disputas da rodada de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, no começo da noite desta terça-feira (27), o Criciúma fez jus ao fator casa e surpreendeu ao abrir vantagem em cima do Fluminense. Jogando no Estádio Heriberto Hulse, o time catarinense venceu pelo placar de 2 a 1. Hygor e Fellipe Mateus fizeram para o Tigre, enquanto Abel Hernández descontou.

Com o resultado, o Criciúma terá a vantagem de jogar pelo empate no jogo de volta das oitavas de final para avançar. Já ao Fluminense resta uma vitória por dois gols de diferença para se classificar no tempo regulamentar. Uma vitória carioca por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.

Os dois times já voltam a se encontrar no próximo sábado (31) desta vez no Estádio do Maranã, às 16h30. O duelo irá acontecer no final de semana por conta de um ajuste na tabela, já que o Fluminense irá encarar o Cerro Portenõ-PAR, na terça-feira (03) pela rodada de volta das oitavas de final da Libertadores, em jogo que foi remarcado por conta da morte do ex-atacante Arce, atual técnico do time paraguaio.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO

PRIMEIRO TEMPO
A partida começou bastante movimentada, com o Fluminense tendo mais posse de bola, mas não conseguindo transformar em boas chances de gols. Do outro lado, o Criciúma se fechou na defesa e se arriscava em contra-ataques rápidos. Em um desses lances, aos 29 minutos, Hygor apareceu na área e tentou completar um cruzamento, mas não conseguiu chegar bem na bola e mandou para fora.

O próprio atacante abriu o placar aos 39. Depois de um erro na saída de bola do Fluminense, Eduardo robou a bola e arriscou o chute de fora da parea, a bola ainda desviou em Hygor antes de entrar. Depois do gol, o Fluminense foi para cima e chegou com perigo em uma cabeçada de Fred, aos 41, que foi para fora. Por isso, o primeiro tempo terminou com a vitória parcial do Criciúma por 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, a partida seguiu movimentada com os dois times indo ao ataque. E, aos 20 minutos, o Criciúma ampliou, desta vez de pênalti, quando Dudu foi derrubado na área por Egídio e o árbitro marcou a penalidade depois de analisar o VAR. Fellipe Mateus foi para a cobrança e não desperdiçou, deslocando o goleiro e mandando no canto oposto.


Fonte: Futebol Interior