Economia: conceitos básicos – Notícias Concursos


Economia como um conceito

Um dos conceitos mais aceitos sobre a definição de economia, é o conceito de Lionel Charles Robbins, Barão Robbins (1898 – 1984), que definiu que  “A economia é a ciência que estuda as formas de comportamento humano resultantes da relação existente entre as ilimitadas necessidades a satisfazer e os recursos que, embora escassos, se prestam a usos alternativos.”

O que é microeconomia?

A Microeconomia é a área que estuda o comportamento do econômico de cada grupo ou setor individualmente.

Sendo assim, é o estudo que analisa o comportamento das famílias, empresas, consumidores etc.

Dessa forma,  essas análises servem de base para que decisões sejam tomadas no que diz respeito aos preços, recursos, bens e serviços. 

Macroeconomia

A macroeconomia é um ramo da economia que mede por meios estatísticos, observa e tira conclusões em larga escala sobre fenômenos econômicos.

Sendo assim, a macroeconomia permite analisar relações entre elementos de forma nacional e/ou global. Sendo esses elementos: renda, taxas de juros, nível de desemprego, inadimplência etc. 

Agentes econômicos 

  Agente econômico é toda e qualquer entidade que exerce alguma influência na economia, seja de forma direta ou indireta. Dessa forma, em uma economia capitalista, os agentes econômicos são: famílias, empresas, mercado, Estado e o mundo. Nenhum agente econômico consegue se desenvolver sozinho, por isso, todos os agentes econômicos interagem entre si em uma relação de interdependência, apesar de suas diferentes funções.

Você Pode Gostar Também:

Confira os fatores de produção e suas respectivas remunerações

Fator de produção e remuneração 

  • Capacidade Empresarial –  Lucros
  • Capacidade Tecnológica – Royalties e direitos sobre patentes
  • Mão-de-obra –  Salários
  • Capital financeiro – Juros
  • Recursos naturais e máquinas –  Aluguéis 

Oferta e demanda 

De forma sucinta, a oferta é a quantidade de um produto ou serviço disponível para compra, ou seja, o quanto pode ser ofertado ao consumidor. 

Por outro lado, a demanda, se refere a quantidade de produtos ou serviços que os consumidores estão dispostos a comprar. Sendo assim, se refere a procura por um produto ou serviço.

Lei da oferta e da procura 

A lei da procura afirma que quanto maior for o preço de um bem ou serviço, menor será sua demanda.

Sendo assim, os bens que com maior custo não são vendidos em grandes quantidades. Por outro lado, se o preço diminui, a demanda cresce.

Por isso, a economia precisa equilibrar o consumo entre a oferta e a demanda. Sendo assim, o consumo que você faz na sua rotina, impacta diretamente na lei da oferta e da procura. 

Certamente, é fundamental que você faça o planejamento de suas finanças pessoais para consumir de maneira que seja viável para a sua situação financeira.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos