Expulso por chutar copinho de água, técnico do Juventude vê interferência da arbitragem contra o Inter


Caxias do Sul, RS, 19 (AFI) – O técnico Marquinhos Santos contestou muito a arbitragem na derrota para o Internacional, por 1 a 0, no último domingo. Expulso por chutar um copinho de água, o treinador esbravejou durante a coletiva de imprensa.

“Todos viram a maneira como foi conduzida a partida, e a arbitragem interferiu diretamente no resultado. Eu nunca vi um técnico ser expulso por chutar um copinho de água”, falou o treinador.

Sobre a expulsão, Marquinhos Santos se desculpou. “Primeiramente, gostaria de me desculpar pela minha expulsão e pelo meu comportamento na beira do campo. Mas, nesta partida, a arbitragem desde os primeiros minutos trabalhou com a irritabilidade de todos nós, com decisões tomadas apenas para o lado mandante”, completou.

Marquinhos Santos reclamou da arbitragem diante do Internacional. Foto: Gabriel Tadiotto/ E.C. Juventude

Na súmula, o árbitro Rodolpho Toski Marques (PR) relatou: “Aos 41 minutos do segundo tempo, após informação do quarto árbitro, Sr. Rafael Rodrigo Klein, expulsei de forma direta o treinador da equipe do Juventude, Sr. Marcos Vinícius Santos Gonçalves por reclamar ostensivamente da decisão da arbitragem e chutar os copos de água. após ser expulso, o mesmo aplaudiu ironicamente a decisão da arbitragem e proferiu as seguintes palavras: ‘Isso é uma palhaçada, isso é uma palhaçada’. Informo ainda que foi necessário intervenção da segurança para retirá-lo do túnel de acesso ao campo”.

BRASILEIRÃO

Com a derrota para o Internacional, o Juventude ocupa a 14ª colocação, com 13 pontos, quatro na frente do Cuiabá, o primeiro dentro da zona de rebaixamento.

O próximo desafio do Juventude é diante da Chapecoense, em jogo marcado para esta segunda-feira, às 18h, no estádio Alfredo Jaconi.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior