Finalista do ‘No Limite’, Jéssica faz balanço de trajetória no reality: ‘Saio de cabeça erguida’ | Aquecimento No Limite


Enquanto a Final do No Limite não começa, Ana Clara e Bruno De Luca conversaram com Jéssica, uma das finalistas do reality. A dupla quis saber o balanço da personal trainer sobre a estratégia de jogo dela.

“A gente tem que tomar decisões e as pessoas fazem uma leitura levando um pouco mais para o lado emocional ou estratégico. Mas eu saí com muita gente me elogiando. Na visão de muitas pessoas não foi correto, mas só eu sei o que eu passei desde o primeiro dia que eu pisei lá”, disse Jéssica.

“Quando saí tinham várias pessoas me criticando e me elogiando. Resolvi jogar um jogo que para muitos não foi correto, que eu tinha que ter defendido Calango, mas só eu sei o que eu passei lá. Não me arrependo e estou bem feliz”, completou.

Jéssica fala sobre Prova da Comida em ‘No Limite’ — Foto: Globo

Ana Clara perguntou se a finalista já pensou em desistir, e ela negou. “Sentia muita fome. E eu com fome fico extremamente mal humorada, fraca, não tinha nem paciência para brincadeirinha. As provas foram muito difíceis. A prova de empurrar caixas, que juntava as tribos, eu tive vontade de vomitar depois que terminou a prova. A chuva também. O meu corpo e a minha mente estão chegando no limite”, lembrou.

Sobre a facilidade com atividade física, Jéssica contou que sempre foi atleta de ginástica olímpica. “Um esporte extremamente individual”, ressaltou.

“Sobre a preparação, falo que a vida me preparou. E claro que não estava preparada para jogo. Mas a preparação física tive a vida inteira desde os 9 anos, sempre me alimentei bem. Uma coisa que não me preparei, mas me arrependo, foi treinar a minha mira”, brincou.

‘No Limite’: Paula e Jéssica durante prova — Foto: Globo

Por fim, ela defendeu os motivos pelos quais merece ser a campeã do reality:

“Me comprometi muito nas provas, errei muito, acertei muito, mas eu sou uma pessoa que adora aprender, com meus erros também. A minha missão tá cumprida, eu chegar na Final. Saio com a cabeça erguida, mereço esse prêmio porque sou uma pessoa corajosa mesmo errando ou acertando”.



Fonte: Gshow