Flamengo 4 x 1 Defensa y Justicia – Show agora com a volta da torcida


Brasília, DF, 20 (AFI) – No seu reencontro com a torcida, dentro do Mané Garrincha, em Brasília, o Flamengo venceu o Defensa Y Justicia, da Argentina, por 4 a 1, nesta quarta-feira à noite, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Libertadores. Com isso garantiu a sua vaga nas quartas – entre os oito melhores – da América do Sul.

Como tinha vencido lá por 1 a 0, o time carioca poderia até empatar. Mas fechou a série com duas vitórias saldo de gols de quatro – 5 a 1.

INTER OU OLIMPIA
O seu adversário vai sair do duelo entre Internacional e Olimpia-PAR, que se enfrentam nesta quinta-feira, em Porto Alegre. Pela melhor campanha, o Flamengo vai fazer o segundo jogo em casa, como mandante, provavelmente no Maracanã.

No jogo de ida, no Paraguai, houve empate sem gols. Quem vencer fica com a vaga. O empate sem gols leva a definição aos pênaltis, mas o empate com gols dá a vaga aos paraguaios pelo gol fora de casa.

Pelo Brasileirão, o Flamengo volta a campo no domingo à tarde (16h) no Maracanã diante do São Paulo. Jogo válido pela 13.ª rodada. O Mengão soma 18 pontos, em sexto lugar, porém, tem dois jogos a menos do que os concorrentes ao título – 10 a 12.

REECONTRO COM A MASSA
Depois de muito tempo, o Flamengo se reencontrou com a torcida. Foram duas tentativas judiciais de impedir a presença da torcida, mas elas não ganharem êxito. Em março de 2020, contra o Barcelona de Guayaquiil, o time contou com torcida. A Conmebol liberou 25% de público do estádio.

O mesmo aconteceu no próprio Mané Garrincha pela final da Supercopa do Brasil de 2020, quando o venceu o Athletico-PR por 3 a 0. No total foram 521 dias.

GOLAÇO DE CABEÇA
O Flamengo começou bem o jogo, tomando as iniciativas ofensivas, bem ao seu estilo de sempre procurar o gol adversário.

Abriu o placar aos oito minutos, numa cabeçada forte e no ângulo de Rodrigo Caio. Após escanteio batido por Everton Ribeiro, o zagueiro subiu mais alto do que os marcadores e testou firme.

O time carioca continuou criando chances. Aos 15 minutos, após passe de Gabigol, Bruno Henrique desviou e acertou a trave. Aos 24 minutos, Arrascaeta cobrou falta e acertou a trave de novo. Já era para o placar estar mais elástico.

Renato Gaúcho contagiou o clima do Flamengo com sua linguagem de boleiro

LANCE BIZARRO
Mas num lance bizarro, o visitante empatou aos 39 minutos. Na saída de bola, o Defensa apertou a marcação com três atacantes. O goleiro Diego Alves tocou para Diego, na frente da área, e o meia devolveu. O goleiro tentou aliviar chutando, mas a bola bateu no corpo de Loiaza e entrou.

De repente, o jogo fácil virou um duelo emocionante para o segundo tempo. O Flamengo se mostrou inquieto no início, na esperança de resolver logo o jogo.

Vitinho entrou em campo animado e se movimentado bastante. Balançou as redes aos 38 minutos, quando recebeu passe de Arrascaeta, ajeitou para a perna esquerda e chutou rasteiro. O goleiro se atrapalhou e viu a bola passar debaixo do seu corpo.

Vitinho se consagrou aos 49 minutos. Michael cruzou da esquerda, Gabriel deu um toque de lado e Vitinho encheu o pé no canto direito do goleiro. Final com goleada: 4 a 1.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior