Gabriel O Pensador grava clipe polêmico e fala sobre censura


O cantor Gabriel O Pensador lançará nesta quarta música e clipe de “Patriota comunista” nas plataformas digitais. O rapper, no entanto, afirmou que está sofrendo intimidação e tentativas de censura da sua canção, que teve o clipe gravado em um cemitério de São Paulo e foi anunciado com a imagem dele deitado em um caixão. 

Segundo Gabriel, a canção fala das pessoas que morreram no último ano no Brasil, não apenas de Covid-19, mas também de outras causas. Entre elas, está o seu próprio pai, o médico Miguel, que morreu com graves problemas respiratórios em abril de 2020. 

“Venci a hipocrisia e os aproveitadores de plantão mais de uma vez. Tentaram me intimidar com duas notificações hoje e tentativa de censura prévia. Muito barulho mas sem fundamento”, postou ele em sua conta de Instagram. 

Segundo o cantor, uma pessoa de Uberlândia que se apresentava como “A venenosa” nas redes sociais levantou uma polêmica sobre o clipe da canção, afirmando ter sido um desrespeito a escolha da locação. 

“A música fala do respeito à vida e da banalização da morte. Quem tem um parente sepultado lá ou em qualquer cemitério pode ter certeza que não vai encontrar nenhuma cena desagradável ou ofensiva”, explicou ele. 

Gabriel disse que pode ter que antecipar o lançamento do clipe de “Patriota comunista” para driblar a tentativa de censura nas redes. 





Fonte: iBahia