GAS-RR 3 x 2 Fast-AM – Com um a menos, Leão Dourado desencanta e vilão vira herói


Boa Vista, RR, 10 (AFI) – O GAS-RR, enfim, venceu a primeira no Grupo A1 do Campeonato Brasileiro Série D. O time bateu o Fast-AM por 3 a 2, no Canarinho, em Boa Vista, pela sexta rodada, com um menos desde a etapa inicial. Os gols dos donos da casa foram de Ney Bala, Fernando Bebeto e Kaique. André Carlos anotou os dois para os amazonenses.

O GAS continua na penúltima colocação (7°), mas se afasta da lanterna. Com seis pontos, o time abriu cinco de vantagem para o Atlético-CE. O Fast perdeu a chance de encostar no G4 – São Raimundo-RR é o quarto e tem nove. Com os mesmos seis do GAS, o Rolo Compressor fica no meio da tabela (5°).

GOLS PELO ALTO, EXPULSÃO PELO CHÃO

As principais chances dos times saíram em cruzamentos na área. Tanto o GAS quanto o Fast souberam assustar os goleiros adversários com a bola no alto. Os gols, então, só poderiam sair dessa jogada.

Caíque avançou pela esquerda, ganhou no pé de ferro e cruzou. O centroavante André Carlos ganhou da defesa e, de cabeça, colocou no fundo das redes. Logo em seguida, Ney Bala, que entrou antes dos cinco minutos no lugar de Edinho (lesão), apareceu sozinho na área. O arqueiro do GAS saiu mal e Ney Bala empatou, também de cabeça.

A partida continuou movimentada, com as equipes na busca pela vantagem no placar. A superioridade, porém, veio no número de jogadores. Alexandre deu um carrinho por trás desnecessário e recebeu o cartão vermelho de Luciano da Silva Miranda Filho.

Foto: Instagram oficial do GAS

FUROU DE PROPÓSITO?

Na segunda etapa, o Fast foi para cima. O time queria se colocar na zona de classificação e aproveitou a expulsão para crescer na partida. O GAS, porém, foi quem assumiu a dianteira.

O Leão Dourado, mais uma vez, conseguiu cruzar para Ney Bala. Ele dominou, armou o chute e furou, mas era estratégia. A bola continuou no pé do atacante que serviu Fernando Bebeto na entrada da área. Fernando pegou de primeira e virou o jogo com um a menos.

DE VILÃO PARA HERÓI COM KAIQUE

Obviamente, o Fast foi em busca da igualdade. O time tinha um a mais e precisava dos pontos para se aproximar do G4. O GAS ficou recuado, na espera de um contra-ataque mortal. Melhor para os amazonenses.

Caíque, de novo ele, encontrou espaço pela esquerda. Dessa vez, o pé de ferro não teve bola. O Kaique, do GAS, ao invés da redonda, acertou o lateral-esquerdo do Fast dentro da área. Pênalti e André Carlos na cobrança. O atacante deslocou o goleiro e fez o segundo dele e do Fast na partida aos 40 minutos. Ainda tinha tempo. Kaique, que entrou na segunda etapa, reservou seu momento de glória e redenção.

Aos 49 minutos, o GAS conseguiu uma falta no ataque na saída em velocidade e, na batida, Kaique se redimiu. Ele entrou na área sozinho e de cabeça, colocou os donos da casa na frente. Agora, não havia mais tempo e o Fast desperdiçou a chance de vencer com um jogador a mais.

PRÓXIMOS JOGOS

Os vencedores se afastaram da lanterna e enfrentam o último colocado, Atlético-AC, empolgados. A partida será disputada no domingo (18), no Acre. O Fast tem uma dura tarefa contra o líder Castanhal-PA, em casa, no sábado (17).

Confira também:





Fonte: Futebol Interior