Goiás x Náutico – Para voltar ao G-4, a missão é bater dupla do líder Timbu


Goiânia, GO, 08 (AFI) – O Goiás recebe o Náutico nesta sexta-feira (09) às 21h30, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Esmeraldino perdeu posição com a vitória do CRB, mas planeja retomar a vaga no G-4. A missão, porém, é complicada. O vilão é “apenas” o líder e único time invicto e da competição.

O retrospecto recente indica que o Goiás tem as armas necessárias. São quatro jogos sem perder – o último foi um empate em 1 a 1 com o Vitória. O Esmeraldino ocupa a quinta colocação com 16 pontos, um atrás do CRB. O Náutico barbarizou o último desafiante. A goleada por 5 a 0 sobre o Operário, deixou o Timbu isolado no topo da tabela.

CINCO CURIOSIDADES PARA A DECISÃO DA EUROCOPA

AVALIAÇÃO DOS ELENCOS

O duelo contra o líder do campeonato é uma grande prova para o Goiás. O treinador Pintado destacou como o projeto e o desempenho do Náutico, até o momento, não é obra do acaso.

“É difícil a gente avaliar ainda está no início, vamos ver se o elenco (do Goiás) funciona até o final do campeonato. Eu enfrentei o Náutico, na temporada passada, contra essa mesma equipe que joga hoje. A manutenção da base faz muita diferença e é muito importante para a competição.”

Imagem
Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

CARAS NOVAS EM GOIÂNIA

Nesta semana, o Esmeraldino anunciou a contratação de dois reforços: o lateral-esquerdo Artur e o atacante Nicolas. O defensor estava no Brasil de Pelotas-RS, enquanto o último chega por empréstimo do Paysandu-AM.

Artur, inclusive, afirmou na coletiva de apresentação, que está é a maior chance da carreira.

Após o empate contra o Vitória, Pintado já falava sobre reforçar o time goiano.

“O que a gente está sempre atento é como tirar o máximo dos atletas que estão aqui. É importante reforços, estamos de olho nas características que precisamos e vamos melhorar essa equipe e, com mais tempo de treino, vamos encaixar e sustentar essa competição forte.”

JOGANDO EM CIMA’

O camisa 10 do Naútico, Jean Carlos, faz uma grande temporada e chama a atenção. É o artilheiro do time no campeonato com quatro gols e, pelo meio, é capaz de criar oportunidades para os companheiros. O jogador, porém, valoriza o treinador Hélio dos Anjos para esse salto.

“Sempre gostei de jogar pelo meio, armar as jogadas. Não sei dizer se sou o camisa 10 que todos falam, mas eu tento exercer a função. É fruto de um trabalho desde o ano passado com o Hélio. Ele deu confiança para vários jogadores.”

Foto: Tiago Caldas/Náutico

Jean Carlos ainda analisou o próximo adversário.

“Todas as equipes que vamos enfrentar buscamos neutralizar os pontos fortes. A gente vai estudar e tentar fazer isso, mas sempre mantendo o nosso estilo de jogo, que é jogando em cima. Com certeza vai ser uma partida difícil, como todas vêm sendo.”

BALE DO TIMBU?

Vinícius apareceu muito bem no desorganizado Palmeiras de 2013. O ponta de velocidade e habilidade, também mostrava bastante liderança dentro de campo. O tempo passou, porém, e o jogador nunca se transformou em um grande jogador… Até chegar no Naútico.

Agora, com 27 anos, Vinícius vive a melhor fase da carreira e conta com sete gols em 19 partidas na temporada. O momento é tão bom que, na goleada contra o Operário, o craque do Timbu foi comparado a Gareth Bale nas redes sociais do clube.

Quando perguntado, ele entrou na brincadeira e respondeu em alto nível.

“Acho que vale a brincadeira, futebol é isso aí também. Às vezes falta um pouco disso hoje em dia, essas brincadeiras, essas comparações. O Bale é um cara que dispensa comentários, acho que sou melhor que ele (risos)”.

PROVÁVEL GOIÁS

O treinador Pintado deve promover mudanças contra o Timbu. Além das ausências do meio-campista Élvis – recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso – e do lateral-esquerdo Hugo foi substituído no último jogo com dores na coxa esquerda, há o retorno de alguns jogadores.

Os atacantes Diego e Vinícius foram liberados pelo Departamento Médico e Bruno Mezenga, banco contra o Vitória, pode entrar no lugar de Índio. As opções no ataque, porém, são muitas. Ainda tem Luis Dias e Miguel Ferreira como possíveis surpresas. A única certeza é que na esquerda, se Hugo estiver fora, Artur faz sua estreia pelo Goiás.

Goiás volta a campo nesta sexta contra o Náutico — Foto: Rosiron Rodrigues / Goiás E.C.
Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

PROVÁVEL NAÚTICO

Hélio dos Anjos também deve mexer no time, mas, por conta dos retornos e não das ausências. Recuperados de problemas musculares, o atacante Kieza e o zagueiro Camutanga estão liberados. O lateral Hereda aguarda a decisão do Departamento Médico. Sem ele, Bryan se desloca para a direita e Rafinha ganha mais minutos na esquerda.

As alterações podem acontecer, então, na defesa e meio/ataque. Camutanga recupera a posição na vaga de Carlão e Kieza coloca uma dúvida na cabeça do treinador. Contra o Operário, Hélio dos Anjos apostou em um esquema com três volantes e Guilherme Paiva na frente. Caso entre com Kieza, as opções para sair são o próprio paraguaio ou Marciel.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior