Grêmio x Atlético-GO – Será a última partida de Tiago Nunes pelo Imortal?


Porto Alegre, RS, 03 (AFI) – Sem vencer e na lanterna, o Grêmio vê como obrigação a vitória sobre o Atlético-GO neste domingo, às 20h30, na Arena, em Porto Alegre (RS), pela nona rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo pode marcar a despedida do contestado Tiago Nunes do time gaúcho.

Com dois jogos a menos, o Grêmio ainda não venceu no campeonato e é apenas o lanterna com dois pontos. São dois empates e quatro derrotas até agora. Na última rodada o time foi ‘presa’ fácil para o Juventude e perdeu por 2 a 0, em Caxias do Sul, resultado que deixou o treinador gremista na ‘corda bamba’.

A situação do Atlético-GO também preocupa, apesar de o time ser o décimo colocado com dez pontos. Os goianos acumulam duas derrotas consecutivas – Red Bull Bragantino (1 a 0, em casa) e Atlético-MG (4 a 1, fora de casa). Para não se complicar, o Atlético quer somar pontos na capital gaúcha.

IMORTAL COM MUITAS MUDANÇAS
Tiago Nunes deve promover muitas mudanças no time titular para este domingo. Brenno, recuperado da covid-19, e o zagueiro Kannemann, que cumpriu suspensão automática, retornam à equipe.

Em contrapartida, antes ‘intocáveis’, o lateral-direito Rafinha e o centroavante Diego Souza podem parar no banco de reservas por questão técnica e física. Neste caso, Tiago Nunes optaria pelas entradas de Vanderson e Ricardinho.

No restante, a tendência é que o time tenha os mesmos jogadores no meio-campo, com uma pequena possibilidade de Jean Pyerre iniciar a partida.

DRAGÃO TAMBÉM COM MUDANÇAS
Vindo de duas derrotas consecutivas, o Atlético-GO tem problemas para enfrentar o Grêmio. Na derrota da última rodada para o Atlético-MG, por 4 a 1, em Belo Horizonte, Janderson e Natanael receberam o terceiro cartão amarelo e terão que cumprir suspensão automática. Eles devem dar lugar a André Luís e Pablo Dyego, respectivamente.

Além da dupla suspensa, o técnico Eduardo Barroca segue sem poder contar com o meia João Paulo e o atacante Ronald, ambos lesionados e vetados pelo departamento médico.

Quem não faz mais parte do elenco é o meia Matheus Oliveira, que teve seu contrato rescindido pelo Atlético-GO. O jogador já não vinha sendo utilizado há 1 mês, sequer sendo relacionado para os últimos jogos.


Fonte: Futebol Interior