Juíza nega pedido de DJ Ivis para proibir esposa de falar sobre as agressões na imprensa



A juíza Maria José Sousa Rosado de Alencar, da Comarca de Fortaleza, negou o pedido da defesa de DJ Ivis para que os vídeos e fotos da agressão dele contra a esposa fossem removidos da internet. Na solicitação, o músico também pedia que Pamella Holando fosse proibida de comentar sobre o assunto na imprensa, o que também foi negado.

O pedido foi feito horas após a companheira do rapaz compartilhar diversas imagens em que sofre agressões, em sua maioria ao lado da filha, dentro da casa onde moram. Os advogados do artista justificaram que “ela comunicou a imprensa fatos mentirosos relativos à violência doméstica veiculada em site na internet prejudicial a sua reputação”.

A juíza, então, informou em seguida que não verificou no conteúdo divulgado por Pamella “qualquer conduta que ultrapasse o direito de expressão”.

“A falta de veracidade ou eventuais excessos veiculados em matérias de internet deverão ser apurados posteriormente, sendo incompatível com o regime de plantão judiciário, pelo que deixo de acolher os pedidos formulados em tutela de urgência”, disse um trecho da decisão.





Fonte: iBahia