Largo do Pelourinho é uma região histórica, fotogênica e bem localizada de Salvador



O Largo está situado na parte mais baixa da região tombada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura), próximo de outros pontos importantes e abriga um grande número de casarões e igrejas dos séculos 17 e 18. Alguns são hoje instalações de museus, centros culturais e restaurantes.

E também não falta história no local. O que hoje é um dos principais pontos turísticos de Salvador, patrimônio Histórico da Humanidade, já foi um local de muita dor. O Largo do Pelourinho foi, durante muitos anos, um local de suplício, onde os condenados eram expostos, amarrados ao pelourinho, aos olhos dos passantes e à execração pública. 

A partir dos anos 1980, com o reconhecimento do casario como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, e dos anos 1990, com a revitalização da região, o Pelourinho foi se transformando no centro de cultura popular que conhecemos hoje.

Do ponto de vista turístico, a região rende aquela famosa foto em frente ao casarão azul que hoje abriga a Fundação Casa de Jorge Amado, uma organização sem fins lucrativos, que tem como objetivo preservar, pesquisar e divulgar os acervos bibliográficos e artísticos de Jorge Amado e da arte e literatura da Bahia.

Foi no Largo do Pelourinho que Michael Jackson gravou o icônico clipe de They Don’t Care About Us, em 1996. Com isso, o local ganhou a visita de mais turistas, curiosos para conhecer o cenário de gravação do famoso clipe.

Em um dia de passeio pelo Pelourinho, ao chegar ao Largo, experimente o clássico suco de limão com coco. A bebida inventada por Milton Cavalcante é famosa na região e super refrescante. E para os turistas, outra coisa boa é poder recarregar o celular no carrinho do vendedor enquanto toma o suco. 

Entre o conjunto de igrejas barrocas próximas ao Largo do Pelourinho, está a Igreja do Santíssimo Sacramento do Passo. Localizada no Santo Antônio Além do Carmo, a igreja de portas azuis foi restaurada e reaberta em 2018, após 16 anos fechada para visitação.

Construída em 1736 para ser matriz da freguesia criada 18 anos antes, a igreja do Santíssimo Sacramento do Passo leva este nome devido à sua localização na rua do Passo, que tradicionalmente é o caminho da procissão dos sete passos de Jesus realizada pelos Carmelitas durante a semana Santa, na sexta-feira da paixão. O primeiro passo simbólico dos sete passos de reflexões de Jesus até o calvário é feito em frente à igreja.

Localizada teoricamente onde “o Pelourinho e o Carmo se encontram”, a Igreja do Passo ficou conhecida mundialmente após ter as escadarias de acesso como o principal cenário do filme “O Pagador de Promessas”, gravado no ano de 1962.

Após a restauração, o público passou a ter a oportunidade de visitar a torre onde ficam os sinos da edificação. De lá, é possível ver, entre muitas outras coisas, o Elevador Lacerda, o Largo Terreiro de Jesus, a Fundação Casa de Jorge Amado, no Largo do Pelourinho, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, grande parte da 

Baixa dos Sapateiros, as Igrejas do Carmo, Boqueirão e Santo Antônio, além de uma visão ampla na Baía de Todos os Santos. Além disso, é um ótimo local para ver um lindo pôr do sol.

Já deu aquela vontade de conhecer essa região do Pelourinho? Então confira ainda mais informações sobre o local nesta sexta-feira, dia 16 de julho, às 16h, na live promovida pelo Visit Salvador da Bahia, em seu canal do YouTube. O bate papo terá a presença de especialista e participação aberta do público, que pode interagir através de perguntas.

Além de trocar informações sobre o roteiro, os internautas terão acesso a contatos de agências de turismo receptivo, associadas a ABAV, que realizam passeios pelo Pelourinho. Com isso, quem estiver planejando uma viagem à Salvador, já pode entrar em contato com as agências para conhecer mais sobre a história da parte central da capital baiana.





Fonte: iBahia