Londrina 1 x 2 Operário – Fantasma consegue a revanche e encosta no G4


Londrina, PR, 13 (AFI) – No clássico paranaense, o Operário bate o Londrina por 2 a 1, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B e se vinga da eliminação na semifinal do estadual, há uma semana (06). O Fantasma aproveitou a desconcentração dos donos da casa e marcou dois gols nos primeiros minutos de cada etapa. Quando parecia sem forças, porém, o Tubarão colocou a bola na rede e pressionou até o último instante sem sucesso. Leandrinho e Marcelo fizeram para o Operário e Marcondes descontou.

O Tubarão segue com a má fase. São quatro derrotas consecutivas, com três em casa. O novo treinador não terá vida fácil e precisa ser escolhido a dedo. O time é o lanterna (20°) com apenas sete pontos e uma vitória. O Fantasma ganha a segunda, após a goleada sofrida por 5 a 0 pelo Náutico, e se aproxima do G4 com 18 pontos. O quarto colocado Sampaio Corrêa tem a mesma pontuação e leva vantagem no saldo de gols.

INÍCIO LIGADO E SIMÃO GIGANTE

Um dos grandes problemas do Londrina é tomar gol na primeira etapa e sair atrás no placar. No clássico paranaense, a revanche da semifinal do estadual, o Tubarão não mudou a história. Logo aos 5 minutos, Djalma Silva foi até o fundo e cruzou da esquerda. O zagueiro Marcondes cortou, só que parcialmente. A bola ficou viva na área e Pimpão, com um belo toque, ajeitou para Leandrinho marcar de voleio.

Depois, porém, o Fantasma recuou e deu a bola para os donos da casa. As chances foram criadas, principalmente na bola parada, mas Simão foi muito bem. Embaixo das traves, o goleiro manteve a vantagem do Operário até o fim do primeiro tempo.

Imagem
Foto: André Jonsson/Operário

HISTÓRIA SE REPETE, MAS QUASE SAI O EMPATE

Volta dos vestiários, espera-se que a atitude seja diferente. Não foi. O treinador interino Edison Borges viu o Londrina tomar mais um gol no início e de um cruzamento da esquerda. Djalma Silva recebeu com campo aberto e lançou à área. Marcelo ganhou dos zagueiros e cabeceou para baixo. A bola foi às redes. O pior, para Edison, foi que ele acabara de fazer uma substituição naquele setor…

Do gol em diante, o jogo caiu bastante. O Tubarão, porém, encontrou forças na reta final e bateu Simão. Luiz Henrique, que tinha entrada há pouco, cruzou na cabeça do capitão Marcondes. O zagueiro finalizou e saiu para comemorar. A emoção, então, apareceu no jogo. O lateral-esquerdo do Operário Fabiano tomou o segundo amarelo, após demorar para cobrar o lateral, e foi expulso. O Londrina tentou uma pressão, mas não adiantou.

PRÓXIMOS JOGOS

No sábado (17), os dois times voltam a campo. O Londrina vai à Serrinha para enfrentar o Goiás, em Goiânia, às 16 horas. O Operário recebe em Ponta Grossa, no Germano Krüger, o CSA às 21 horas. Os confrontos são válidos pela 12ª rodada.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior