Maceió vai começar a pagar Auxílio Emergencial para estudantes


Milhares de estudantes irão receber a partir dos próximos dias um Auxílio Emergencial da Prefeitura de Maceió. O projeto em questão tem o nome de Bolsa Escola e passou por uma publicação no Diário Oficial do Município ainda na manhã desta segunda-feira (5). Milhares de alunos irão receber os valores.

De acordo com as informações oficiais, são três parcelas de montantes que variam entre R$ 70 e R$ 100. Ainda não há uma data exata para o início desses pagamentos. No entanto, de acordo com a Prefeitura Municipal, isso deve acontecer em breve. Eles disseram ainda que o projeto poderá ter uma prorrogação.

De acordo com a Prefeitura, os estudantes que tenham entre 0 e 6 anos de idade irão receber o montante maior, que é o de R$ 100. Todos os outros alunos que tenham de 7 anos para cima irão receber o valor menor, que é o de R$ 70. A duração do programa é a mesma para ambos os grupos: três meses.

Segundo informações oficiais, não é preciso fazer uma inscrição neste projeto. É que a própria Secretaria de Educação vai analisar a situação de cada um dos seus alunos para decidir quem pode e quem não pode receber. Aqueles que estão em situação mais complexa por causa da pandemia certamente terão uma prioridade nesta questão.

Famílias que tenham mais de um filho estudando na escola terão o valor correspondente. Então se são dois filhos, são portanto duas bolsas. Se forem três, são três benefícios por mês. A ideia da Prefeitura é ajudar esses jovens no processo de aprendizagem neste ano mais uma vez marcado pela pandemia do novo coronavírus.

Auxílio para jovens

A cidade de Maceió é portanto uma das primeiras capitais do país a criar um Auxílio que tem como foco os jovens estudantes. Outras regiões, no entanto, também estão pensando em criar programas semelhantes.

Você Pode Gostar Também:

No Maranhão e em São Paulo, por exemplo, há a ideia de pagar um benefício para os órfãos da Covid-19. No estado do Nordeste, o foco é nos filhos que perderam pais para a pandemia. O programa de João Dória, no entanto, vai para as pessoas que perderam qualquer parente.

O Governo Federal também está em vias de criar o seu. De acordo com as informações oficiais, a ideia do Palácio do Planalto é criar uma espécie de bônus dentro do novo Bolsa Família para ajudar as pessoas que ficaram órfãs na pandemia.

Governo Federal

Falando em Governo Federal, o Auxílio Emergencial que varia entre R$ 150 e R$ 375 deverá ganhar mais dois ou três meses de duração. Pelo menos foi isso o que disse o Ministro da Economia, Paulo Guedes.

De acordo com o chefe da pasta isso deve acontecer porque o Governo entende que a pandemia do novo coronavírus ainda não deu uma trégua. De qualquer forma, é o Presidente Jair Bolsonaro que deve confirmar essa informação.

Segundo notícias de bastidores, os dois ou três meses adicionais do Auxílio deverão ter os mesmos valores que o programa atual. Além disso, a quantidade de beneficiários também não deve mudar. Seguirão portanto os 39 milhões que recebem atualmente.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos