Ministro do STF nega pedido de liberdade e DJ Ivis segue preso



Uma decisão divulgada nesta quinta-feira (29) do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes manteve o DJ Ivis preso. O ministro rejeitou um novo pedido de liberdade para o cantor, detido por agressões contra sua ex-mulher Pamella Holanda.

Gilmar Mendes negou o pedido por questões processuais. O ministro argumentou na decisão que a ação poderia ser analisada porque há outro pedido de liberdade sendo analisado por outra instância da Justiça.

Na última semana, o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), já havia negado um pedido similar feito pela defesa do DJ Ivis. 

Além disso, diz o magistrado, o autor do pedido não apresentou documento comprovando que o processo foi autorizado pelo artista.

“Em suma, concluo que se trata de habeas corpus ajuizado em evidente supressão de instância, não autorizado pelo paciente [DJ Ivis] e destituído dos elementos mínimos que permitam sequer saber se os fundamentos do decreto prisional indicados na petição inicial coincidem com as informações constantes do processo”, escreveu.

DJ Ivis está preso no presídio Irmã Imelda Lima Pontes, em Aquiraz, no Ceará. O músico foi detido no dia 14 de julho, após vídeos dele agredindo a ex-mulher serem divulgados. 





Fonte: iBahia