Náutico x Operário: Invicto, Timbu tenta reencontrar o caminho das vitórias


Campinas, SP, 1 (AFI) – Único invicto na competição, a equipe pernambucana vai em busca de uma vitória após três empates consecutivos, mas receberá um adversário complicado, nesta nona rodada. As 19h, desta sexta (2), o Náutico irá receber a equipe do Operário, que vem de três rodadas sem vitória, mas já ganhou do Vasco fora de casa.

A equipe do Náutico ocupa a liderança do campeonato com 18, dois pontos a frente do segundo colocado. Já o Operário-PR está em sexto lugar com 12 pontos, apenas 3 pontos atrás do Sampaio Corrêa que ocupa a quarta colocação.

COMO VEM O TIMBU?

Para manter a liderança. o timbu terá que se adequar já que tem duas dúvidas na linha defensiva, Camutanga e Yago. Carlão está sendo cotado para jogar na vaga. Caso não consiga contar com nenhum desses dois jogadores, o treinador Hélio dos Anjos, terá uma dupla de zaga inédita, com o Carlão jogando ao lado de Wagner Leonardo.

Outro setor que tem dúvidas é o meio-campo, Djavan sentiu desconforto antes do ultimo jogo contra o CRB e segue como dúvida. O treinador ainda luta para suprir a ausência de Erick, que não teve o empréstimo renovado e deverá reforçar o Ceará.

O próximo jogo marca o encerramento de 8 jogos em 25 dias da equipe pernambucana. Alívio para o treinador, já que teve muitos desfalques durante esse período.

OLHO NO FANTASMA!

A equipe vem de três partidas sem vitórias, mas ganhou um reforço importante para a sequência do campeonato. O lateral Djalma Silva que estava em negociação com a equipe do Bahia, viu o negocio não se concretizar e foi integrado ao elenco do Fantasma, ficando disponível para o jogo contra o Náutico, inclusive podendo aparecer entre os titulares.

Outra mudança no time paranaense é a entrada do atacante Paulo Sérgio, recém chegado da Ponte Preta, no lugar do Ricardo Bueno, que sentiu dores na Coxa. Além de Ricardo Bueno, o zagueiro Rafael Bonfim e os meias Cleyton e Marcelo Santos também seguem em recuperação.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior