Novo decreto deve ampliar horário de funcionamento de estabelecimentos comerciais

O governador Renan Filho antecipou, durante entrevista à imprensa na manhã desta quinta-feira (22), que Alagoas deverá ter avanços no Plano de Distanciamento Social Controlado com a ampliação dos horários dos empreendimentos em geral por meio de novo decreto, ainda esta semana. Ele reforçou que todas as decisões serão baseadas respeitando a ciência, buscando preservar…

O governador Renan Filho antecipou, durante entrevista à imprensa na manhã desta quinta-feira (22), que Alagoas deverá ter avanços no Plano de Distanciamento Social Controlado com a ampliação dos horários dos empreendimentos em geral por meio de novo decreto, ainda esta semana. Ele reforçou que todas as decisões serão baseadas respeitando a ciência, buscando preservar vidas e fazendo o que a comunidade médica orienta neste momento de enfrentamento à pandemia.

O Governo também estuda o retorno de grandes eventos, mas, por segurança, segue observando o comportamento nos outros estados do Brasil para criar um protocolo próprio para o setor, de acordo com o governador. Hoje, Alagoas está na fase Laranja do Distanciamento Social Controlado, que permite a realização de eventos em ambientes abertos com até 100 pessoas e de eventos fechados com um público de 50 pessoas, no máximo.

Renan Filho também confirmou o início do calendário de aulas híbridas da rede pública estadual para o dia 16 de agosto, e disse que o Governo do Estado estuda a possibilidade de antecipar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 para os servidores da Educação, a fim de que todos estejam 100% imunizados ao voltar para as salas de aula. “Veremos a possibilidade de antecipar as segundas doses dos servidores da Educação, de maneira que possamos retornar com todos os servidores da pasta vacinados. Chegou a hora de retornarmos com a educação”, declarou.

Ampliação do atendimento no Hospital Metropolitano

Tanto o andamento da vacinação em Alagoas, como o Plano de Distanciamento Social Controlado, que contribuíram de forma positiva e direta na ocupação da rede hospitalar – hoje em torno de 28% –, possibilitam algumas mudanças na atuação da Saúde alagoana. Segundo o governador, o Governo deve iniciar a transição para abrir o Hospital Metropolitano ao atendimento geral à população.

 

“O HGE é o único hospital 100% disponível na capital, entre os hospitais públicos, para atender as pessoas. Como o cidadão também está voltando a procurar o serviço de saúde por perder o medo da Covid-19, em virtude de uma boa parcela já ter tomado as duas doses da vacina, o HGE está recebendo um fluxo grande de pessoas. Estamos estudando a migração do Metropolitano para exercer o papel para o qual ele foi construído, pois até hoje ele estava atuando só com Covid-19”.

Fonte: Alagoas24horas