29.6 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Novo Ministério de Bolsonaro deverá ser responsável pelo FGTS


Ainda está dando o que falar a possível dança das cadeiras que a criação de um novo Ministério pode ocasionar no Governo Federal. De acordo com informações de bastidores, a adição dessa nova pasta deve representar o retorno do Ministério do Trabalho com um nome diferente. O novo local vai tratar, entre outras coisas, dos assuntos do Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço (FGTS).

Ainda de acordo com as informações oficiais, o novo Ministro que vai cuidar dessa pasta na verdade é um velho braço direito do Presidente Jair Bolsonaro. Trata-se portanto de Onyx Lorenzoni que curiosamente era o Ministro da Cidadania até há alguns meses atrás. Ele era responsável, entre outras coisas, pelos pagamentos do Auxílio Emergencial.

Agora Lorenzoni deverá ficar responsável por outro benefício que interessa a milhões de brasileiros. O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é antigo e costuma ajudar trabalhadores em momento de profunda dificuldade. Por isso, o próprio Onyx está fazendo pressão para que esse ponto fica dentro do seu Ministério.

Atualmente, costuma-se dizer que o FGTS está sob a batuta do Ministério da Economia, Paulo Guedes. E de acordo com informações de bastidores, ele não fez muita questão de seguir com esse projeto, mas disse que quando Onyx se candidatar para um cargo público em 2022, vai querer retomar o controle sobre esse ponto.

Na prática, não dá para dizer que o FGTS vai sofrer algum tipo de mudança por causa dessas alterações nos ministérios. No entanto, isso é uma realidade que pode durar apenas em um primeiro momento. Isso porque é natural que Onyx vá querer realizar algumas mudanças com o passar dos meses.

Polêmica com Onyx

Nesta semana, Onyx Lorenzoni se envolveu em uma polêmica. O futuro ministro estaria bloqueando contas de pessoas no Instagram. E isso estaria acontecendo porque elas estariam reclamando dos cancelamentos no Auxílio Emergencial.

Você Pode Gostar Também:

O Ministro ainda não falou sobre este assunto. De acordo com a versão desses cidadãos, o Ministro postou uma imagem comemorando os resultado dos Auxílio Emergencial no Brasil. E isso acabou gerando uma certa fúria de boa parte dos usuários.

Essas pessoas estão dizendo que estão perdendo o Auxílio Emergencial, sem nenhuma explicação por parte do Dataprev. Eles querem que o Ministério da Cidadania informe para eles o que está acontecendo com as suas contas. Aparentemente, eles não tiveram uma resposta até agora.

Auxílio Emergencial

O Governo Federal anunciou há algumas semanas a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais três meses. Com isso, os pagamentos que iriam acontecer até o próximo mês de julho, agora devem seguir até, pelo menos, até o mês de outubro.

No entanto, o próprio Ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que pode aumentar esse prazo. Assim, o Auxílio poderia fazer repasses para além do próximo mês de outubro. Tudo isso, no entanto, dependeria do futuro da pandemia no Brasil.

Independente do tamanho da prorrogação, o fato mesmo é que o Governo Federal deverá seguir com esses bloqueios. De acordo com o Palácio do Planalto eles seriam apenas uma forma de evitar que fraudes sigam acontecendo.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos