Polícia alega que desconhecia vídeos das agressões de DJ Ivis e investiga o caso



A Polícia Civil do Ceará investiga o caso das agressões de DJ Ivis contra a ex-mulher Pamela Holanda. Em nota enviada ao UOL, o órgão de segurança pública informou que não tinha conhecimento dos vídeos que mostram o artista agredindo com tapas, socos e chutes a moça.

“Cabe ressaltar que as imagens das câmeras do circuito interno da residência, que comprovam as agressões, divulgadas em redes sociais neste domingo (11), não tinham sido apresentadas à Polícia”, destacou o comunicado.

De acordo com a polícia, o caso aconteceu no dia 1º de julho, no município de Eusébio, e Pamella registrou o caso na delegacia no dia 3 e, por isso, Ivis não poderia ser preso em flagrante. Após o boletim de ocorrência, foi solicitado à Justiça medida protetiva contra a vítima.





Fonte: iBahia