Razões para incluir a Praça Castro Alves e a Rua Chile no roteiro em Salvador



Quem já curtiu o Carnaval de Salvador, bem provavelmente já passou – ou pelo menos ouviu falar – pela Praça Castro Alves. O local faz parte do trecho final do Circuito Osmar, o mais tradicional da folia soteropolitana, mas a importância para a cidade, tanto historicamente quanto pelo turismo, vai além. 

Com vista privilegiada para a Baía de Todos os Santos, a praça homenageia um dos maiores poetas da terra, Antônio Frederico de Castro Alves, que morreu em 1871. Castro Alves, como era conhecido, lutou pela abolição da escravidão.  

E sua luta é retratada na estátua presente na praça, que foi inaugurada em 1923, pelo escultor italiano Pasquale De Chirico. Além da imagem de Castro Alves, com 2,9 metros de altura, na frente existe uma escultura de um casal de escravos, simbolizando as lutas do poeta baiano. 

O local, que já foi uma fortaleza – Porta de São Bento – e um teatro – Theatro São João -, tornou-se a Praça do Poeta em 1881, dez anos após a morte de Castro Alves.  

Requalificada em 2020, a Praça Castro Alves já foi palco de eventos, como o Pôr do Som na Praça, além de ser um mirante incrível para ver um pôr do sol e admirar a Baía de Todos os Santos. 

Para ver a praça de cima, uma boa dica é subir no terraço do Espaço Itaú de Cinema, conhecido como Glauber Rocha, que traz uma vista privilegiada do monumento, com a baía ao fundo.  

Assim como a Praça Castro Alves, a Rua Chile tem que entrar no seu roteiro pelo centro de Salvador. Fundada em 1549, a rua, de apenas 400 m, é considerada a mais antiga do Brasil. 

Durante muitos anos, o local foi o centro sofisticado de compras e lazer da cidade, com clientes vindos de toda a Bahia para se hospedar e passear pela rua. 

Hoje, a Rua Chile é a porta de entrada para o Centro Histórico de Salvador, tendo em seu entorno alguns dos principais cartões postais da cidade, além da Praça Castro Alves: o Elevador Lacerda, a Igreja da Ajuda, a Câmara Municipal e o Conjunto Arquitetônico da Misericórdia. 

Locais tão importantes para a história de Salvador merecem ser aprofundados. Por isso, na sexta-feira (9), às 16h, o Visit Salvador da Bahia promove uma live sobre a Praça Castro Alves e a Rua Chile, com a presença de especialista e participação aberta do público, que pode interagir através de perguntas. 

O bate-papo será transmitido no canal do YouTube do Visit Salvador da Bahia. Além de trocar informações sobre o roteiro, os internautas terão acesso a contatos de agências de turismo receptivo, associadas a ABAV, que realizam passeios pelo centro da cidade. Com isso, quem estiver planejando uma viagem à Salvador, já pode entrar em contato com as agências para conhecer mais sobre a história da parte central da capital baiana. 





Fonte: iBahia