Reforma de férias: Veja como mudar ambientes apenas com iluminação



Durante às férias, as reformas se tornam foco de muitas famílias. E como 2021 já está na metade, dicas simples de como mexer na iluminação do ambiente são ideais para o momento.  A iluminação é um dos itens que não podem faltar para trazer funcionalidade e estética para a casa. O ideal é que a localização dos trilhos e spots fossem pensadas desde o início da reforma, durante a criação do novo layout e na escolha dos elementos nos ambientes. Mas, para quem já está no meio do caminho, a Yamamura – Luz, design e tecnologia listou dicas importantes para atender suas necessidades. Não esqueça que antes de tudo, é importante conhecer o cotidiano dos moradores, além de suas preferências.

Para quem vai montar ou reformar o cantinho de home office, a dica é incluir um tipo de iluminação funcional e com menos sombras possíveis, condição adequada para a realização de atividades de trabalho ou estudo. A temperatura de cor mais indicada é a neutra (4000K) para a luz geral, pois estimula a concentração. Porém, também vale apostar na luz de temperatura branco quente (2700K a 3000K) em pontos de apoio (como abajures e arandelas de canto) para trazer um ar descontraído, que estimula a criatividade. A mescla de efeitos de luz direta e indireta também valoriza esse tipo de ambiente.

Nada mais gostoso do que abrir as janelas e sentir a luz do sol! Essa é uma ótima opção que traz aconchego, conexão com a natureza, benefícios para a saúde e o humor, além de economia de energia. Por isso, na hora de reformar os espaços, privilegie todas as entradas de luz solar, de forma que a iluminação natural e a artificial se complementem. As luzes das lâmpadas podem contribuir com a sensação de conforto na casa e dar continuidade a essa sensação durante a noite.

Escolha das cores x iluminação

A iluminação está diretamente relacionada com as cores das paredes e revestimentos. As mais claras tendem a refletir mais a luz, portanto, são necessárias luminárias com menor fluxo luminoso (lúmens – medida que determinada a quantidade de luz), do que um local com revestimentos mais escuros. Além disso, as paletas de cores mais frias (como azul, verde e cinza) são mais valorizadas com a iluminação de temperatura de cor neutra ou branco frio (4000K a 6500K), enquanto que as cores nas tonalidades mais quentes (como amarelo, vermelho e laranja), são mais recomendadas com o uso de lâmpadas de temperatura de cor âmbar ou branco quente (2400K a 3000K).

Já para quem tem pouco tempo, uma reforma rápida, com menos quebra-quebra e mais mudanças na decoração, é uma solução interessante para mudar o astral. Dessa forma, as peças de iluminação mais indicadas são aquelas de simples instalação e praticidade máxima. Opções como trilhos e spots são versáteis, devido a sua composição inteiramente eletrificada, que garante a inserção e a retirada de quantos spots forem necessários. A escolha é perfeita para quem possui um único ponto na laje e deseja trazer uma iluminação mais cênica. Outras opções são as luminárias de mesa ou piso, chamadas também de Plug and Play, que oferecem interferência mínima, pelo fato de serem instaladas diretamente nas tomadas, ou seja, evitam interferências nas paredes ou teto.





Fonte: iBahia