São Paulo 0 x 1 Fortaleza – Em duelo de Tricolores, cearenses levam a melhor e assumem vice-liderança


São Paulo, SP, 17 (AFI) – Neste sábado, São Paulo e Fortaleza entraram em campo pela 12° rodada do Campeonato Brasileiro. No duelo de Tricolores, melhor para a equipe cearense que venceu por 1 a 0. Destaque para Robson, autor do gol da vitória, na etapa final, e para o tabu que foi quebrado. Foi a primeira vitória do Tricolor do Pici no Morumbi em sua história.

Com a vitória, o Fortaleza chega a 24 pontos e assumiu a vice-liderança do campeonato, mas pode ser ultrapassado por Atlético-MG e Red Bull Bragantino, que ainda jogam na rodada. Já o São Paulo, segue com 11 pontos, na 14° colocação

O JOGO

No primeiro tempo, o Fortaleza começou o jogo com mais posse de bola. Mas foram do São Paulo as duas primeiras chances. Rodrigo Nestor e Igor Gomes, em chutes de fora da área, assustaram. Muito dependentes das jogadas pelas laterais, Pablo e Rojas, referências no ataque, pouco apareceram.

Com velocidade na frente, o time cearense também levou perigo. David caiu duas vezes na área pedindo pênalti, mas a arbitragem mandou seguir. Após jogada ensaiada, Titi desviou de cabeça para fora na melhor oportunidade da equipe.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o São Paulo começou tentando tomar as iniciativas, mas foi o Fortaleza quem assustou. Aos nove minutos, Robson recebeu belo passe de Ronald dentro da área, dominou no peito e tocou de calcanhar. Volpi fez grande defesa.

Sem grandes oportunidades, a partida foi ficando morna. Até que aos 28 minutos, o Fortaleza saiu na frente após levantamento na área de Crispim, em cobrança de falta, Robson desviou de cabeça no canto esquerdo de Thiago Volpi.

SUSTO NO GRAMADO

Marcelinho, um dos massagistas do São Paulo, passou mal na beira do campo. O relógio marcava 32 minutos da segunda etapa. José Sanchez, médico do São Paulo, realizou o primeiro atendimento no massagista, que foi colocado na ambulância ainda acordado, e foi levado para o Hospital São Luiz.

DE VOLTA AO FUTEBOL

A partida foi reiniciada após oito minutos de paralisação por conta do atendimento. O Fortaleza voltou assustado. Pikachu tocou para Torre, que cruzou rasteiro na área para Osvaldo, que chegou atrasado e perdeu a chance de ampliar e matar o jogo.

Os donos da casa deram o troco e conseguiram pênalti, por toque de mão de Titi. Porém, após análise das imagens do VAR, o árbitro Savio Pereira Sampaio recuou na marcação e anulou o penal. O árbitro deu mais seis minutos, desordenado o São Paulo foi para cima, mas sem efetividade.

Já na marca dos 57, em uma das estocadas desordenadas, o Fortaleza quase fez mais um em contra-ataque puxado Romarinho, que tocou para Igor Torres que entrou na área e bateu forte. Volpi defendeu, a bola ainda tocou na trave e saiu para escanteio.

Aos 59 minutos, Savio Pereira encerrou a partida.


Fonte: Futebol Interior