Sem receber salário, volante consegue rescisão com o Sport na Justiça


Recife, PE, 15 (AFI) – Em crise, o Sport pode ter uma verdadeira ‘debandada’ em seu elenco nas próximas semanas. Na última quarta-feira, quem deixou o clube foi o volante colombiano Carlos Rentería, que chegou ao clube no ano passado após pedido do ex-técnico Jair Ventura.

O jogador ingressou com reclamação trabalhista com pedido de rescisão indireta do seu contrato de trabalho. Rentería cobra do clube salários e luvas dos meses de abril, maio e junho, além de depósitos do FGTS. O valor da causa é de pouco mais de R$ 1,1 milhão.

Os advogados do volante alegaram que a ausência de pagamentos poderia resultar na rescisão do seu contrato, pedido que foi deferido pela juíza, e consequentemente ele ficaria livre para acertar com um novo clube. Inclusive, o destino de Rentería deverá ser o Acadêmico de Viseu, da Segunda Divisão do futebol português.

JOGADOR DO AMÉRICA-MG COMENTA DUELO CONTRA O SPORT

Rentería já havia pedido a rescisão do seu contrato devido aos problemas com sua família, que não pôde vir ao Brasil devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19. Mas o Sport recusou o pedido, obrigando o jogador a recorrer ao Poder Judiciário.

Em meio aos problemas com salários atrasados, o Sport voltará a campo na segunda-feira para enfrentar o América-MG, às 20 horas, no Independência, em Belo Horizonte. O time pernambucano é o 17 colocado com sete pontos.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior