Série B: Técnico muda o nome de jogador para “confundir adversário” e é criticado por presidente


Goiânia, GO, 5 (AFI) – No último sábado, o Técnico Pintado, do Goiás utilizou uma estratégia um tanto quanto inusitada: mudou o nome do jogador na escalação para confundir o adversário. O atleta Índio foi escrito com o nome de Eduardo, pela assessoria do clube.

Segundo o treinador, a mudança de nome na escalação talvez dificultasse a identificação do sistema tático do Goiás. Acontece que o presidente criticou duramente a decisão do comandante esmeraldino.

“Eu que pedi para o nosso assessor de imprensa para colocar Eduardo porque ninguém conhece Eduardo. A gente quis criar um fato, criar alguma surpresa e encontrar uma situação diferente para o adversário. Se coloca Índio, todo mundo conhece, pois já jogou o Brasileiro. Seria mais fácil para eles decifrarem qual seria o nosso sistema. Então, foi muito mais para tentar colocar uma mosca na cabeça do adversário. Não funcionou, mas a responsabilidade é minha”, explica Pintado.

CRITICAS DO PRESIDENTE

Nas redes sociais, o presidente do clube postou críticas à ideia do treinador e reclamou que não foi avisado antes. Segundo ele, só ficou sabendo momentos antes do jogo, por meio da imprensa.

“Não gostei de nada ontem, não aceito e não concordo com a troca de nome de atleta e eu saber pela imprensa. Time foi muito mal novamente. Não vou ficar de braço cruzado, providências já estão sendo tomadas – escreveu Paulo Rogério Pinheiro”, disse.

O presidente Paulo Roberto Pinheiro deverá se reunir com Pintado acertar de vez o assunto e seguir com o trabalho.

PRÓXIMA PARTIDA

O próximo compromisso é na sexta-feira, às 21h30, contra o líder Náutico, na Serrinha.


Fonte: Futebol Interior