Série D: Inspirado no Flamengo, clube do DF pede a volta de público no Mané Garrincha


Brasília, DF, 14 (AFI) – Nesta Série D do Campeonato Brasileiro um clube que vem sendo prejudicado sistematicamente é o Gama-DF. Em função da pandemia da covid-19 o clube alviverde candango teve sua praça esportiva interditada para construção de hospital de campanha. Seus jogos foram remanejados para o estádio Nacional Mané Garrincha.

Porém, em função da Copa América, mais uma vez o Gama ficou sem estádio e foi atuar no estádio Abadião, na cidade de Ceilândia, no Distrito Federal. Agora o Mané Garrincha está disponível para que o Gama possa atuar.

Recentemente um novo motivo instigou a diretoria, comissão técnica, jogadores e torcida gamense. Eles estão reivindicando a presença de torcedores nos jogos do clube candango.

Flamengo encerra preparação para duelo com Defensa y Justicia:

INSPIRADO NO FLAMENGO

O Flamengo, clube do coração do Governador de Brasília, Ibaneis Rocha, deseja que a Conmebol libere a presença de público nos jogos pela Libertadores da América em que o rubro-negro carioca for mandante. 

Então, se baseando no desejo do Flamengo, o Gama realiza um movimento pedindo que também possa receber torcedores em suas partidas pela série D. Confira a nota publicada no site do Gama.

“A questão acerca de um possível retorno das torcidas nos estádios vem sendo amplamente debatida desde o ano passado, quando o Ministério da Saúde chegou a aprovar um estudo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) que possibilitaria a volta do torcedor aos estádios e arenas de futebol em meio à pandemia de Covid-19.

Organizadora do Campeonato Brasileiro, a entidade recebeu o aval do órgão do governo federal, desta forma o processo ficou sob análise de quando e como o plano entrará em ação”, diz a nota do clube. 

PRÓXIMO JOGO

O Gama volta a campo no próximo sábado frente ao Goianésia-GO, às 16h, no estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília, pela sétima rodada do Grupo A5. O clube candango ocupa a sexta posição com cinco pontos.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior