‘Sob Pressão’: Marjorie Estiano fala sobre maternidade na série e na vida real



As últimas temporadas de ‘Sob Pressão’, seriado da Globo, foram marcadas pelos desafios vividos por Carolina (Marjorie Estiano) e Evandro (Julio Andrade), casal de médicos que trabalha em um hospital público do Rio de Janeiro. Nos novos episódios da trama, a doutora terá que lidar com a maternidade, mais uma vez. 

A atriz Marjorie Estiano, convidada para o Podcast Novela das 9 do Gshow, falou sobre a quarta temporada de ‘Sob Pressão’, que será lançada no dia 12 de agosto.

“A Carolina tem que se deparar, de fato, com a questão da maternidade. Tem que ser trabalhada, tem que ser resolvida, e essa temporada vem nesse embalo. Para Carolina, a questão da maternidade vai, de uma forma inevitável, ser resolvida”, disse a protagonista da série.

Carolina nunca sonhou em ser mãe e vive um dilema que também ressoa na vida pessoal de Marjorie. A intérprete disse que há anos atrás “sempre esteve mais no universo da curiosidade do que do desejo”. Mas agora, graças ao desenvolvimento de sua personagem, a atriz de 39 anos tem outro olhar sobre o tema.

“Todos esses assuntos que a gente traz enquanto personagem… não tem como a gente não trabalhar isso pessoalmente. É um processo de análise, sempre. Óbvio, nunca vai ser seu lugar legítimo de fala, mas você deixa aquilo atravessar você. Sem dúvida nenhuma eu me aproximei muito mais dessa possibilidade de ter, do poder que esse laço pode vir a ter”, refletiu Marjorie.

“É claro que continuo, assim como a Carolina, considerando N variáveis para tomar essa decisão. A maternidade é uma decisão, deve ser uma escolha, e ela tem uma responsabilidade muito grande. Criar uma pessoa, sobretudo nesse mundo que a gente vive hoje, não é brincadeira, tem que ter muito preparo”, continuou a atriz em entrevista para o Gshow.

Além disso, a artista comentou com muito orgulho sobre as indicações e vitórias que teve em premiações internacionais, a partir do trabalho em ‘Sob Pressão’. Em 2018, Marjorie Estiano recebeu o prêmio de Melhor Atriz de Série no Festival Internacional de Biarritz, na França e, no ano seguinte, foi indicada para o Emmy Internacional.

“O fato de ser um destaque de um prêmio que pertence a uma outra cultura, e considerando Sob Pressão com as características que tem, de uma identidade do Brasil, eu fico muito emocionada com esse olhar voltado para a gente, porque isso a mim revela uma abertura, um interesse pela realidade de um outro país, e isso me gera expectativa enquanto pessoa”, concluiu a protagonista em Podcast Novela das 9.





Fonte: iBahia