STJD vê pedido fora do prazo e nega volta de Caboclo à presidência da CBF


Rio de Janeiro, RJ, 22 (AFI) – O presidente afastada da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, teve mais uma derrota na tentativa de voltar ao cargo. Nesta quinta-feira, o presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Otávio Noronha, negou o pedido de mandado de garantia.

FORA DO PRAZO

O artigo 94 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) determina que o mandado de garantia seja negado se algum requisito não for atendido.

Neste caso, o CBJD determina que o prazo para o pedido é de 20 dias. Caboclo foi afastado em 6 de junho e só recorreu em 8 de julho.

CORINTHIANS: De volta! Renato Augusto é anunciado e fala sobre seu retorno:

OUTROS PROCESSOS

Além do processo na CBF, Rogério Caboclo é alvo de uma investigação criminal do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) e de outra no Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ). Ele foi removido temporariamente do cargo no início de junho, dias depois de vir à tona denúncia de assédio sexual e moral contra ele por parte de uma funcionária.


Fonte: Futebol Interior