Tatá Werneck fala sobre amizade na pandemia: ‘Deixei de ser amiga de muita gente’


Sempre muito bem humorada, a atriz e apresentadora Tatá Werneck costuma abrir caixas de perguntas no Instagram para conversar com seus seguidores. Nesta terça-feira (20), quando comemora-se o Dia do Amigo, a artista decidiu conversar com os fãs sobre amizade e acabou revelando algumas informações polêmicas.

Um seguidor perguntou se Tatá deixou de ser amiga de alguém por causa do comportamento da pessoa durante a pandemia e a opinião foi bem sincera: “Deixei de ser amiga de muita gente. Esse comportamento diz muito sobre a pessoa. Mostra o quanto ela é empática pela dor do outro ou o quanto ela é egoísta”, afirmou.

Esse é um tema bastante importante para a atriz, que perdeu o amigo Paulo Gustavo para a covid-19 em maio deste ano. Durante a conversa com os seguidores, Tatá homenageou o humorista e disse que tem sonhado com ele praticamente todas as noites.

  • Revelações sobre amizade

A apresentadora do Lady night também contou aos seguidores que o companheiro, o ator Rafa Vitti, é seu melhor amigo, mas um ‘defeito’ atrapalha um pouco a relação. “Ele só não é muito fofoqueiro e isso as vezes me deixa um pouco put*, porque eu quero fazer uma fofoca e ele fica com aquele negócio do ‘edfica'”, brincou se referindo ao casal Felipe Simas e Mariana Uhlmann, que recentemente disseram que não gostam de fofocar, pois a prática não edifica a relação.

Tatá também contou que as suas melhores amigas são as da infância e que estão juntas a mais de 30 anos. Questionada se teria alguma amiga ‘doida’, a apresentadora respondeu: “Eu que sou a amiga maluca!”. 





Fonte: iBahia