Vencedores do ‘No Limite’ relembram experiência ao comer o olho de cabra | Aquecimento No Limite


Hoje é dia do penúltimo episódio do No Limite! E no Aquecimento, Ana Clara recebeu a primeira vencedora do reality, Elaine. Em papo com a apresentadora e Kaysar, ela contou o que acredita que faz com que um participante chegue até a final:

“Eu fui eu mesma. Fui em uma dia após o outro e acabou sendo consequência. Eu sempre fui muito mãezona. Nossa alimentação era bem restrita, eram 300 calorias por dia, por pessoa. Eu comia larvas sem ser em prova. É proteína, você come”.

E como chegou a hora da tão esperada Prova da Comida, Elaine relembrou como foi a sua experiência com o olho de cabra: “Todo mundo pensou em comer. O olho nem é tão ruim assim. O que foi ruim ali foi a hora que eu mordi, estourou o líquido e foi direto na minha goela, me deu até uma ânsia”.

Campeã do ‘No Limite 4’, Luciana Araujo mostra cordão do programa para Ana Clara e Leo Rassi — Foto: Gshow

Luciana Araújo, vencedora da quarta edição do reality, mostrou que ainda possui o cordão do reality e falou da sensação de ganhar: “Estava muito cansada, mas foi incrível. Foram 62 dias de muito perrengue e eu consegui conquistar a vitória”. Ela ainda falou sobre as comidas exóticas da sua edição, que também teve o olho de cabra:

“O pior nem era o olho, era o ovo galado. Quando fizemos a prova da comida, ainda eram tribos separadas e a tribo adversária poderia escolher pessoas que poderiam sair e que poderiam continuar na prova. Aí pensei: ‘vou comer e vou fazer cara boa para me tirarem'”.

Leo Rassi, campeão do segundo No Limite, não chegou a comer o olho de cabra, mas experimentou gafanhoto: “Ele ficava igual um bagaço de cana e amargava muito na boca. Eu não cheguei até a última etapa, que eram as larvas vivas”.

📌 Siga o No Limite nas redes sociais 👇



Fonte: Gshow