21.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

A Gestapo: resumo de História Geral


Gestapo: o que foi?

Você já deve ter ouvido falar no termo “Gestapo”. O nome é muito conhecido, uma vez que se refere à polícia secreta do Nazismo.

O tema pode ser abordado por diversas questões de provas de história geral. Ainda, você pode citar a Gestapo também na sua redação.

Gestapo: introdução

O termo “Gestapo” é utilizado para nomear a polícia secreta da Alemanha nazista. O conceito foi criado a partir da expressão “Geheime Staatspolizei”, parte da língua alemã, que significa “polícia secreta do Estado”.

Em pouco tempo, a Gestapo adquiriu uma função primordial dentro do aparato do Estado Nazista, ficando conhecida pela perseguição realizada aos opositores do regime.

Gestapo: contexto histórico

A Gestapo foi criada na década de 30, em um contexto de ascensão dos nazistas ao poder alemão. Na época, porém, a Gestapo era uma polícia que agia para cumprir fins políticos.

O primeiro líder da polícia Gestapo foi Hermann Göring, responsável por liderar o seu grupo para perseguir aqueles que eram considerados comunistas.

Você Pode Gostar Também:

Gestapo: nazismo

No ano de 1934, Heinrich Himmler assumiu a liderança da Gestapo e, com isso, fez com que a polícia passasse a possuir uma função de “polícia de segurança pública”, perseguindo inimigos políticos e atuando em conjunto com a Kriminalpolizei, órgão que possuía como objetivo combater as práticas consideradas responsáveis por provocar degeneração da Alemanha.

Gestapo: Segunda Guerra Mundial

No ano de 1944, já ao final da Segunda Guerra Mundial, a Gestapo havia sido fortemente expandida. Na época, ela contava com mais de 30 mil funcionários que atuavam em seis departamentos. Eram eles:

  • Departamento A: foco na monitoração de marxistas, comunistas, reacionários e liberais;
  • Departamento B: responsável por monitorar católicos, protestantes, judeus e maçons;
  • Departamento C: responsável por processar ordens de prisão preventiva;
  • Departamento D: responsável por monitorar a situação dos territórios ocupados pelos nazistas;
  • Departamento E: foco na monitoração de ações de espionagem na Alemanha;
  • Departamento F: responsável por policiar estrangeiros e fronteiras.

Gestapo: fim

A Gestapo chegou ao fim no ano de 1945, mesmo ano em que terminou a Segunda Guerra Mundial.

Com o fim do regime nazista, a Gestapo seria considerada uma organização criminosa e aqueles que haviam sido seus funcionários foram presos e condenados por crimes de guerra.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos