Alexandre Frota rememora fase como ator pornô e cita cena com travesti: ‘Fiz por dinheiro’



Alexandre Frota não faz questão de esconder seu passado. Atualmente deputado federal pelo estado de São Paulo, ele contou que não se arrepende do período em que trabalhou como ator pornô.

Inclusive, foi por causa desses trabalhos que ele conseguiu comprar um apartamento na capital paulista. “Não me arrependo de ter feito. Na época foi muito bom. Recebi R$ 500 mil por quatro filmes, mais um apartamento na Avenida Moema que valia R$ 180 mil”, revelou em entrevista ao 4Talk Cast, de Victor Sarro e Cintia Chagas.

Frota contou ainda que foi ele mesmo que procurou a produtora de filmes. “Entrei e o cara não acreditou. Ele olhou para a minha cara e riu. Mas eu disse que iria fazer”, garantiu Frota.

Um dos trabalhos mais marcantes de Frota foi uma cena com a travesti Bianca Soares, que chegou a participar do reality show Casa dos Artistas: Protagonistas de Novela (2004). “Fui para Búzios, cheguei em uma mansão, abri a porta e estava cheio de mulher. Já fiz filme com travesti também e ganhei muito bem. Não é minha orientação sexual, mas fui para o tudo ou nada e não tenho nenhuma vergonha de falar sobre isso. Conheço um monte de gente que queria ter tido uma relação com travesti. Eu fui lá e tive, fiz o que tinha que fazer e acabou o assunto.”

Para conseguir aguentar as diversas horas de gravações, Alexandre tomava estimulante sexual. “Sempre tomei aquele Cialis porque tinha que ficar duas horas na atividade. Isso não é questão de estar novo. Hoje em tem muitos homens que querem impressionar a mulher”, observou.





Fonte: iBahia