Auxílio emergencial: confira quem pode sacar HOJE


Você quer ficar por dentro do calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021? Veja abaixo o calendário completo e os novos lotes liberados. Nesta segunda-feira, por exemplo, tem os valores liberados os nascidos em maio.

O calendário da 4ª parcela do auxílio emergencial, assim como nas outras parcelas, é organizado ou pela data de nascimento ou então pelo Número de Identificação Social – o NIS.

Tudo isso vai depender de qual grupo a pessoa pertence.

Você quer saber o calendário da prorrogação do auxílio? Você tem direito? Clique aqui e leia nosso artigo sobre o assunto.

Confira aqui o calendário da 5ª parcela do auxílio emergencial 2021.

Liberação dos saques

Entre os dois grupos que recebem a 4ª parcela do auxílio emergencial, as datas de liberação para saque são diferentes.

Enquanto antigos beneficiários do Bolsa Família podem sacar assim que recebem os valores. O restante das famílias só pode sacar cerca de um mês da liberação do primeiro pagamento daquele ciclo.

Porém há uma maneira de burlar o sistema e sacar os valores antes, veja aqui. 

Calendário completo da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021

Confira abaixo a ordem de pagamento dos beneficiários do grupo geral, que inclui desempregados e autônomos.

Você Pode Gostar Também:

Nascidos em Pagamento da 4º parcela
Janeiro 17 de julho
Fevereiro 18 de julho
Março 20 de julho
Abril 21 de julho
Maio  22 de julho
Junho  23 de julho
Julho  24 de julho
Agosto 25 de julho
Setembro 27 de julho
Outubro 28 de julho
Novembro 29 de julho
Dezembro 30 de julho

Calendário de saques da 4ª parcela do auxílio emergencial 2021

Nascidos em Saque da 4ª parcela
Janeiro 2 de agosto
Fevereiro 3 de agosto
Março 4 de agosto
Abril 5 de agosto
Maio 9 de agosto
Junho 10 de agosto
Julho 11 de agosto
Agosto 12 de agosto
Setembro  13 de agosto
Outubro  16 de agosto
Novembro 17 de agosto
Dezembro  18 de agosto

Prorrogação do auxílio emergencial

O governo deve pagar pelo menos mais três parcelas do auxílio emergencial.

Além de entrar no calendário de pagamento a 5ª parcela do auxílio emergencial, os beneficiários podem contar ainda com a 6ª e 7ª.

Se o mesmo padrão for mantido, o calendário deve seguir com liberações de valores até setembro e saques até outubro.

A iniciativa pretende manter o auxílio até que pelo menos que toda a população adulta tenha recebido a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

Depois disso, já em outubro, a ideia de que o Bolsa Família seja totalmente reformulado: trocando de nome, aumentando o valor e número de beneficiários.

Ainda não definições ou aprovações no Congresso quanto a isso, mas clique aqui e veja o que pode ser proposto pelo governo.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos